Fofuxo.com

Crianças com disfunção cerebral fazem tratamento com a ajuda de cães

Técnicas vindas da Espanha estão sendo aplicadas em cidade do RS.

Crianças que precisam lidar com um sério problema, a disfunção cerebral, estão recebendo um tratamento um pouco diferente dos convencionais. Elas estão tendo contato diretamente com cães que podem ajudar no tratamento desta mal. As técnicas que estão sendo utilizadas no interior do estado do Rio Grande do Sul vieram da Espanha.

Crianças com disfunção cerebral fazem tratamento com a ajuda de cães

O tratamento está sendo conduzido na cidade de Antônio Prado pela veterinária Franciele Centenaro. Todo os métodos utilizados durante os encontros com as crianças funcionam com técnicas aprendidas durante a passagem da veterinária pelo exterior, em um intercâmbio. As aulas acontecem uma vez por semana.

De uma forma geral, as crianças ficam durante um determinado tempo convivendo com estes animais. A veterinária propõe uma série de atividades entre as crianças e os animais com o objetivo de desenvolver habilidades que acabam sendo perdidas pelas crianças que sofrem com este tipo de problema.

Crianças com disfunção cerebral fazem tratamento com a ajuda de cãesUm dos grandes benefícios de lidar com animais como o cão durante as aulas é o fato das crianças acabarem criando um grande laço afetivo, o que consequentemente acaba incentivando as crianças a se dedicarem ainda mais aos exercícios.  Uma das atividades, por exemplo, incentivava as crianças a escolherem as letras corretas que estavam em um alfabeto pendurado na coleira do cão.

Resultados

As aulas ainda são feitas em caráter experimental, juntamente com outros tratamentos e atividades mais convencionais. Mas no que depender das mães das crianças que participam das atividades, os cães poderão ficar dentro de sala de aula por um bom tempo.

Dentre as principais diferenças que os pais perceberam nas crianças que estão participando do projeto é uma maior vontade da criança em conversar tanto com outras pessoas quanto com outros animais. Além disso, os pais também perceberam que as crianças acabaram ficando mais concentradas nas atividades relacionadas os estudos, mesmo quando estão em casa e longe dos cães.

Postado em .


Pela Web

Comentários