Os rabos dos cachorros costumam ser vistos sempre como uma forma de verificar o seu estado emocional. Mas a maioria das pessoas acabam prestando atenção apenas quando eles balançam de felicidade. Só que esta parte do corpo do animal é considerada fundamental para a sua existência e pode acabar nos oferecendo diversas informações pertinentes sobre o fofuxo.

5 curiosidades sobre os rabos dos cachorros

Confira 5 curiosidades sobre o rabo dos cachorros:

Serve como uma ferramenta de comunicação

Os rabos dos cachorros servem como uma poderosa ferramenta de comunicação. Mas eles costumam ser utilizados mais para a comunicação com os humanos do que com outros cães, já que quando eles estão apenas entre eles não tendem a abanar o rabo.

Faz parte da coluna do animal

Muitos cachorros acabam tendo o seu rabo como uma parte sensível do seu corpo. E realmente é, já que ele é nada menos do que uma extensão da sua própria coluna. Dependendo da raça do cão, o rabo pode ter de 5 a 20 vértebras.

Formas moldadas

5 curiosidades sobre os rabos dos cachorros

Ao longo do processo de evolução dos cachorros, os humanos acabaram selecionando e criando combinações genéticas para o surgimento de determinadas raças. Além disso, esta manipulação também acaba tendo uma interferência direta em determinadas partes do corpo do cão, especialmente do seu rabo. Os labradores, por exemplo, foram criados para ter um rabo mais grosso na sua base e que vai se afunilando até sua ponta.

Interfere no movimento

Como o rabo é uma extensão da coluna e das costas, ele acaba tendo uma interferência direta em como o animal se movimenta. Dessa forma, sempre que ele tiver um problema nas costas, pode acabar interferindo no rabo e na forma como ele se movimenta. E problemas específicos no rabo também podem acabar interferindo nas costas do animal.

Rabo feliz pode indicar doença

Quando os cachorros ficam o tempo todo abanando o rabo, pode ser sinal de algum tipo de doença ou de distúrbio. Em alguns casos eles podem acabar machucando de tanto bater o rabo em objetos que estão espalhados pela casa.