Muitas pessoas preferem os gatos como animais de estimação. Mas até mesmo essas costumam admitir que nem sempre a relação com seus felinos dentro de casa costuma ser das mais amistosas. Afinal de contas, os gatos, ao contrário dos cachorros, não costumam dar muita bola para os humanos o tempo todo.

Pesquisa afirma: gatos ignoram humanos de propósito

Pesquisadores japoneses da Universidade Sofia fizeram uma pesquisa para tentar entender o comportamento dos gatos, especialmente quando eles não respondem às tentativas de interação com os humanos. E parece que eles realmente ignoram as pessoas de propósito.

Os pesquisadores partiram da premissa que os gatos entendem, pelo menos, os seus nomes quando pronunciados pelos humanos. A partir daí, analisaram a capacidade que alguns gatos tinham de distinguir as palavras que as pessoas usam para se referir a eles de forma aleatória, os famosos “apelidos”.

Os pesquisadores compararam as reações dos felinos ao ouvir os próprios nomes com outras palavras com o mesmo tamanho e os nomes de outros animais. Em um artigo publicado na revista Scientific Reports, eles notam que os bichos movem a cabeça e as orelhas quando são chamados.

Pesquisa afirma: gatos ignoram humanos de propósito

Mas a pesquisa mostra também que os gatos não costumam mexer as caudas ou emitir sons em resposta. A maioria também entende quando é chamado por outras pessoas que não sejam os próprios donos.

Mas a pesquisa também mostrou que os gatos conseguem entender as diferentes emoções que os humanos ao seu redor estão sentindo, assim como os cachorros. Também conseguem diferenciar as vozes das pessoas que fazem parte da sua convivência das pessoas estranhas.