Fofuxo.com

Francês é condenado depois de ser filmado agredindo um gato

Farid Ghilas declarou para a imprensa que foi um “idiota”.

Se no Brasil é difícil encontrar alguma pessoa que realmente acaba condenada por maus tratos contra animais, na França parece que as coisas são bem diferentes. Esta semana correu o mundo a notícia de que um rapaz de 24 anos de idade acabou sendo condenado depois de ser filmado agredindo um gato.

Francês é condenado depois de ser filmado agredindo um gato

Segundo as informações que foram divulgadas na imprensa, Farid Ghilas pegou um ano de prisão em regime fechado depois que um vídeo foi feito mostrando ele arremessando várias vezes um gato contra um muro. O fato foi registrado na cidade de Marselha, localizada ao sul da França.

O gato, chamado Oscar e com apenas 5 meses de vida, teve várias fraturas e precisou ser operado.

Protestos na internet

O próprio condenado acabou compartilhando na sua página no Facebook o vídeo que mostrava a agressão contra o animal. Rapidamente a publicação acabou criando uma verdadeira onda de protestos na rede social. A grande maioria dos usuários acabaram pedindo a punição imediata de Farid.

O caso foi parar na justiça e rapidamente o agressor foi julgado e condenado. Na frente do juiz, tentando explicar o motivo que levou a fazer tamanha barbárie, Farid disse apenas que não sabia o por que de ter feito aquilo, dizendo também que se sentia muito idiota e que lamentava o ocorrido. O homem também disse que não voltará a cometer qualquer agressão do gênero contra animais.

Francês é condenado depois de ser filmado agredindo um gatoQuando questionado sobre se o seu ato havia sido planejado com antecedência, Farid negou. Ele disse que estava andando pela rua com um amigo e que acabou vendo o gato. Quando o bichano foi em direção a ele, ele simplesmente pensou em atirar o gato contra a parede.

O procurador que apresentou acusação contra Farid declarou o seguinte durante o seu julgamento: "Ele agiu com uma perversidade particular e um sadismo acentuado que chocaram o planeta. Ele mostrou não ter nenhuma barreira moral e ser um sádico frio". O procurador ainda acrescentou o seguinte: "Os animais não são vulgares objetos, mas sim seres vivos dotados de sensibilidade".

Na frente da sede do Tribunal de Marselha se reuniram cerca de 200 pessoas defensoras dos direitos dos animais se reuniram pressionando pela condenação do homem. Pela internet, uma petição foi feita e rapidamente foram levantadas 100 mil assinaturas também pedindo a condenação de Farid.

Reincidente

Segundo as informações que foram divulgadas pela imprensa francesa, esta não é a primeira vez que Farid tem problemas com a justiça. O home já teria sido condenado oito vezes pela Justiça e também já teria cumprido pena de prisão por atos com uso de violência em outras situações. 

Postado em .


Pela Web

Comentários