Passear na rua com alguns cães pode ser uma tarefa complicada. Afinal de contas, alguns deles encaram a atividade como se fosse uma verdadeira maratona, querendo correr bastante e puxando seus tutores. Este tipo de comportamento está diretamente relacionado a ansiedade e a forma como estes animais lidam com isso.

Dicas para passear com cachorros hiperativos na rua

Em alguns casos, pode ser que os pets passem tanto tempo dentro de espaços pequenos que, no momento em que eles colocam as patas na rua, não conseguem se controlar. O mesmo vale para os cães grandes, que acumulam mais energia e que precisam colocar isso para fora. Por outro lado, muitas vezes se trata de uma característica nata da raça ou do cão como indivíduo.

Independente do motivo que faz com que o cachorro queira correr pela rua, existem algumas formas de remediar e até corrigir a situação.

Gaste energia antes

Uma dica interessante seria fazer uma espécie de “aquecimento” antes da hora da caminhada. Por exemplo, as pessoas podem brincar um pouco com o seu cão, mesmo dentro de casa ou do apartamento, com brinquedos e acessórios. O objetivo é cansar um pouco o pet, para que ele não chegue na rua com toda essa energia.

Ensine comandos

Dicas para passear com cachorros hiperativos na rua

É importante também que o tutor ensine alguns comandos pera quando o pet esteja na rua correndo demais. Mas é importante que isso aconteça sem causar grande estresse no cão, o que geralmente acontece quando gritam com ele, por exemplo. E esse treinamento deve ser feito dentro de casa, com exercícios rotineiros.

Não puna o cão na rua

Seguindo a mesma linha de raciocínio anterior, é importante não tentar gritar e punir o pet na rua, especialmente quando ele está correndo. Isso pode desencadear uma série de reações diferentes, incluindo um medo que pode fazer com que o pet trave no caminho, ou pior, tente se soltar da guia a corra para o meio da rua, por exemplo. Por isso, a correção deve ser feita sempre com paciência e cuidado.