Fofuxo.com

Dicas para incluir o animal de estimação na cerimônia de casamento

Saiba como o animal pode se tornar um aliado durante a festa.

O momento do casamento ainda é considerado como um dos dias mais importantes da vida de qualquer casal, mesmo aqueles que já moram juntos há algum tempo. E como os cães estão cada vez mais inseridos no cotidiano das famílias de uma forma geral, nada mais justo que eles tenham uma determinada participação na cerimônia de casamento.

Dicas para incluir o animal de estimação na cerimônia de casamento

Mas essa participação deve ser pensada com cuidado, uma vez que exige uma determinada dose de cuidado durante a preparação. Os cães acabam tendo que ser preparados para desempenhar uma determinada atividade durante o casamento, mas é sempre importante que os noivos respeitem a personalidade dos cães.

Confira algumas dicas valiosas para que o cachorro participe de uma determinada cerimônia de casamento.

Cuidado com o local

Antes de mais nada, acaba sendo muito importante que as pessoas fiquem atentas com o local onde o casamento vai acontecer. Nem todos os locais aceitam a presença de cães. Tudo deve ser combinado com antecedência para que nenhuma das partes tenham uma surpresa desagradável no dia do casamento. Já existem, em algumas cidades, paróquias que aceitam cães durante a celebração religiosa.

Escolha roupa e agende a pet

Assim como todos os convidados do casamento que acabam passando em estabelecimentos para que consigam ficar mais bonitos, os cães também devem fazer bonito no dia. Portanto, é importante que os animais passem pela pet um dia antes para que cheguem bonitos e cheirosos. A roupa também deve ser feita especialmente para o fofuxos.

Prepare uma área para o pet

Dicas para incluir o animal de estimação na cerimônia de casamento

É fundamental que as pessoas tenham cuidado na hora de criar um espaço onde o cachorro vai ficar depois que ele desempenhe uma determinada função. Não é recomendado deixar o pet na festa ou na cerimônia o tempo inteiro. Não deixe também de destacar uma pessoa que seja a responsável por acompanhar o cão, uma vez que os noivos não poderão desempenhar este papel.

Prepare-se para que dê tudo errado

Por mais que nos noivos treinem o seu pet para fazer alguma coisa, no dia do casamento tudo pode acabar dando errado. Portanto, é importante que os noivos tenham um plano B e não forcem o cachorro a fazer nada que ele não queira.

Postado em .


Pela Web

Comentários