Com o aumento da quantidade de pets vivendo dentro de casa, mais próximo dos humanos, aumentam alguns problemas. Muitos donos, em alguns casos, acabam evitando que seus animais de estimação subam em locais como o sofá ou a cama. Trata-se de uma tarefa complicada, uma vez que rapidamente os cães aprendem que aqueles locais são mais confortáveis, além de deixarem eles mais perto das pessoas.

Dicas para ensinar o cachorro a não subir no sofá

De nada adianta dar bronca nos cachorros que sobem no sofá depois que eles já estão acostumados a ter aquele tipo de comportamento. É preciso ensinar desde cedo que o sofá não é o lugar onde ele pode ficar. Também é preciso manter este ensinamento, já que é normal que alguns membros da família acabem adotando uma postura diferente em relação ao cachorro.

Confira algumas dicas para ajudar a ensinar o cachorro a não subir no sofá:

Comece cedo

É fundamental que os cães sejam ensinados onde são os locais onde ele pode ficar quando ainda são filhotes. Caso contrário, quanto mais velho ele for mais difícil será corrigir determinados tipos de comportamentos. Portanto, é importante que os cachorros não subam no sofá desde cedo, quando ainda forem filhotes.

Repreenda da forma correta

Dicas para ensinar o cachorro a não subir no sofá

Sempre que o cão for pego deitado no sofá ele precisa ser repreendido. Mas não é necessário e nem recomendado qualquer tipo de agressão física. Basta que o dono se aproxime do local e fale de forma energética com o cachorro, para que ele entenda que fez alguma coisa errada.

Perfume o sofá

Os cachorros geralmente não gostam muito do cheiro de determinados produtos de limpeza que os humanos costumam utilizar, como os perfumadores de ambiente, por exemplo. Borrifar um pouco em cima de um lençol e deixar ele sobre o sofá pode ser uma solução interessante.

Ofereça uma solução melhor

Deixe uma caminha confortável para o seu cachorro próximo do local onde fica o sofá. Incentive ele para ir para este local sempre que subir no sofá. Desta forma ele vai se sentir confortável e ainda vai continuar perto dos humanos. Não esqueça de recompensar com afagos e carinhos sempre que ele fizer isso.