É fato que a idade pode chegar para todos, e inclusive sempre chega o momento onde os filhotes de antes viram gatos idosos e da mesma forma quando eram bebês, esses gatos inclusive passam a exigir alguns cuidados mais do que especiais.

Dicas para cuidar dos felinos mais idosos

A partir disto, a média de vida de um gato poderá ir até 15 anos, por este motivo, um gato com uma idade superior a 10 anos pode ser considerado como um gato idoso, e bem diferente dos cães, a raça do felino não interfere de forma significativa neste sentido. Gatos mais idosos acabam envelhecendo de forma semelhante aos humanos, aos poucos perdem a vitalidade, e alguns problemas de saúde começam a aparecer, por este e outros motivos, é fundamental que se tenha uma atenção redobrada para a alimentação e a saúde do animalzinho de estimação.

Gatos idosos são menos tolerantes e podem ter problemas nos olhos e ouvidos

Dicas para cuidar dos felinos mais idosos

Os gatos idosos são menos tolerantes a calor e frio extremos, e na maioria das vezes procuram por lugares mais quentinhos e aconchegantes para o seu descanso. Como perdem o interesse em se lamber, esses gatos acabam ficando com os pelos mais embolados, mais secos e sem brilho, além de se tornarem mais grossos com a idade, e de forma geral se irritam mais facilmente quando são manipulados do que quando mais jovens.

Os olhos e ouvidos dos gatos começam também a falhar, sendo algo comum que percam a audição e em algumas situações fiquem até mesmo surdos. Com eles contam com seus sentidos reduzidos, eles acabam se tornando mais receosos e muitas vezes agressivos. Lapsos de memória podem acontecer, e os gatos tendem a se perder, podendo chegar a um estágio de perder a capacidade de utilizar caixinha de areia, mesmo que isso seja causado por problemas fisiológicos.

Procure ter um bom cuidado com os felinos, limpando pelos, aparando unhas e principalmente não os deixem ficar obesos, pois eles costumam gastar menos calorias e assim seu gatinho irá viver mais e melhor a sua vida.