Por Rodrigo Bueno

publicado em Comportamento

Muitos cachorros apresentam um medo excessivo de chuvas e tempestades de uma forma geral. Não se sabe ao certo o que leva alguns pets a terem este medo, já que, em muitos casos, independe do tamanho e das raças. Mas, aqueles que conseguem ter uma audição melhor podem acabar sofrendo especialmente em virtude dos barulhos naturais de uma chuva forte.

Dicas para acalmar cachorros com medo de chuva

O problema pode se tornar mais evidente durante o verão, já que, no Brasil, geralmente a estação acaba sendo marcada por tempestades realmente muito forte se concentradas em um único lugar. Nestes momentos, caso o cão realmente tenha medo, eles podem procurar um local para se esconder dentro de casa, ou então pode simplesmente tentar fugir para a rua.

Dentre os principais comportamentos de um cachorro com medo de chuva estão justamente essa procura por refúgios, uma respiração mais ofegante, manter o seu rabo escondido entre as pernas, as orelhas baixas, o corpo encolhido, além de apresentar tremores.

Confira algumas dicas do que fazer para tentar amenizar este medo que os cães podem ter da chuva:

Mantenha a calma

Antes de mais nada, é preciso manter uma postura calma diante do pet. Os cachorros conseguem ler muito bem a linguagem corporal dos humanos e sabem quando eles estão nervosos.

Tente distrair o pet

Dicas para acalmar cachorros com medo de chuva

Pode ser que o cachorro consiga ser distraído durante a tempestade para que ele não se concentre tanto em seu medo. Neste caso, pode ser muito interessante tentar brincar com os itens prediletos do cachorro.

Não exagere na proteção

Por outro lado, mesmo que seja interessante dar alguma atenção e brincar com o pet, é preciso não exagerar muito nos cuidados e na proteção de uma forma geral. Afinal de contas, este tipo de comportamento pode acabar reforçando o medo e fazer com que os próximos episódios se tornem ainda mais contundentes.

Aposte em produtos naturais ou medicamentos

Existem alguns produtos que podem ajudar os cães a manter a calma, como florais, que geralmente não possuem contraindicações. Caso o cachorro fique com muto medo, pode ser interessante apostar em alguns tipos de medicamentos. Mas, neste caso, somente com prescrição veterinária.