Por Rodrigo Bueno
- Atualizado
publicado em Comportamento

Os testes de QI foram criados há muitos anos atrás tendo como principal objetivo medir a capacidade de pensamento e de raciocínio do ser humano. Com o passar dos anos estes testes acabaram sendo adaptados para medir o nível de inteligência de outras espécies, através de uma série de atividades.

Confira alguns testes de QI que podem ser feitos com o seu cachorro

No caso dos cachorros, muitos pesquisadores conduzem estes testes para entender melhor como funciona a capacidade de raciocínio dos cães, que ainda está muito relacionada às suas necessidades e ao extinto animal. Além disso, nem sempre estes testes funcionam, pois cada raça acaba tendo um conjunto de características e de habilidades que nem sempre conseguem ser medidos com essas atividades.

Mesmo assim, fazer estes testes de QI com os seus cães pode ser uma excelente forma de interagir e brincar com o seu pet e, de quebra, ainda entender melhor como funciona o seu cérebro. Confira algumas:

Teste da toalha

Pegue uma toalha ou um cobertor pequeno e deixe o cachorro cheirar para ele se familiarizar com o objeto. Jogue por cima da cabeça do animal, de forma que fique totalmente coberta. Esta tarefa fornecerá informações sobre a capacidade do seu cão de resolver problemas.

  •     Se o cão se descobrir em até 10 segundos: 5 pontos
  •     Até 15 segundos: 4 pontos
  •     Até 30 segundos: 3 pontos
  •     Até 60 segundos: 2 pontos
  •     Se o cão demorar mais de 60 segundos: 1 ponto

Descobrindo o petisco

Confira alguns testes de QI que podem ser feitos com o seu cachorro

A uma distância de ao menos 1 metro do cachorro, peça para que fique parado e mostre a ele um petisco. Coloque o petisco no chão e o cubra com um pano. Libere o cachorro e veja quanto tempo ele demora para pegar.

  •     Se o pet comer a recompensa em até 15 segundos: 5 pontos.
  •     Em até 30 segundos: 4 pontos.
  •     Em até 60 segundos: 3 pontos.
  •     Se ele tentar, mas desistir: 2 pontos.
  •     Se o cão apenas cheirar e não tentar pegar em até 2 minutos: 1 ponto.

Capturando o petisco

Em um móvel ou objeto que seja baixo o suficiente para o cachorro colocar as patas, mas não o focinho, coloque um petisco que fique ao alcance do pet. É importante que o cachorro veja o petisco antes de ser colocado no local. Esta tarefa irá testar as habilidades de raciocínio e resolução de problemas do cachorro.

  •     Se o cachorro pegar o petisco em até 60 segundos: 5 pontos.
  •     Até 3 minutos: 4 pontos.
  •     Se o cachorro tentar usar o focinho, ou não conseguir pegar com a pata em até 3 minutos: 3 pontos.
  •     Se o cão não usar as patas, somente cheirar e persistir a tentativa com o focinho: 2 pontos.
  •     Se o cachorro sequer tentar pegar o petisco em até 3 minutos: 1 ponto.

Teste da memória

Use três potes ou copos de cabeça para baixo e enfileirados com uma distância de 30 centímetros entre cada um. Com o cachorro observando, esconda um petisco em um dos copos, depois saia com o cachorro por cerca de 30 segundos e volte. Este teste ajudará a determinar o quão bem seu cão pode aprender e reter informações.

  •     Se o cachorro for direto ao copo certo: 5 pontos.
  •     Se ele acertar na segunda tentativa: 4 pontos.
  •     Se ele for no copo certo por último: 3 pontos.
  •     Se ele demorar mais de 60 segundos para encontrar o petisco: 2 pontos.
  •     Se ele não tentar procurar: 1 ponto.