Os cães conseguiram ocupar o seu espaço ao lado das pessoas como os melhores companheiros que as pessoas poderiam. Essa história de convivência vem de séculos atrás, começando com o atendimento de algumas necessidades mais básicas, como caça e segurança, e passando por um papel mais de companhia nos dias atuais.

Confira alguns mitos sobre a raça Pitbull

Mas existem algumas raças de cães que acabam sofrendo com uma série de preconceitos criados com o passar dos tempos. Atualmente, os cães da raça Pitbull acabam sendo vistos geralmente como animais agressivos, sendo que existem até mesmo locais que acabaram criando leis para proibir a criação dos mesmos.

Mas a grande maioria dos especialistas concordam que estes animais podem ter diferentes comportamentos ao longo da sua vida, e que boa parte dos mesmos será reflexo direto do tratamento e da forma como os cães são criados.

Confira alguns dos maiores mitos sobre a raça Pitbull.

São raças totalmente agressivas

Estes cães, devido as seleções que foram feitas ao longo dos anos para que a raça chegasse neste ponto, acabam tendo uma postura mais ameaçadora. Mas isso não significa que todos eles serão agressivos. Se o cachorro estiver inserido dentro de um contexto amigável e social, a chance que ele apresente este tipo de comportamento é maior.

Agressividade é culpa do cérebro grande

Existe uma teoria de que o cérebro dos cães da raça Pitbull costumam crescer mais do que o dos outros cães, e que isso seria o grande catalisador para a sua violência. Mas isso é algo que os especialistas já descartaram completamente, sendo que os tamanhos dos cérebros dos cães acabam sendo sempre proporcionais ao tamanho do seu crânio.

Estes cães podem atacar do nada

Confira alguns mitos sobre a raça Pitbull

Os cachorros dessa raça acabam demonstrando os sinais de incomodo e de estresse da mesma forma que as outras raças. O que pode acontecer é que as pessoas acabam prestando mais atenção para estas demonstrações justamente por ter medo do Pitbull. Mas, via de regra, estes cães vão sempre avisar antes de atacar, a não ser que ele tenha sido criado para ser
“traiçoeiro”.

O Pitbull trava a mandíbula quando morde

Isso não é verdade. É claro que o peso da mordida dessa raça é grande, cerca de 320 psi (libra por polegada quadrada), sendo que ele nem sequer conta com a mordida mais pesada entre todas as raças de cães.