A cena é bastante comum: basta dois ou mais cachorros se encontrarem, em qualquer ambiente, que eles costumam dar aquela cheiradinha básica no colega. Na grande maioria dos casos, ela acaba sendo concentrada na região traseira. Mas, afinal de contas, quais são os motivos que levam a este tipo de comportamento?

Por que os cães se cheiram tanto?

Pode parecer estranho para os humanos, mas a cheiradinha que os cachorros acabam dando uns nos traseiros dos outros é um comportamento extremamente natural e está diretamente relacionado a comunicação.

Especialistas costumam afirmar que basicamente tudo o que um cachorro precisa saber sobre o outro pode ser encontrado na região do ânus destes animais. As glândulas que podem ser encontradas nessa região do corpo costumam ser as responsáveis pela produção de um líquido castanho que conta com um cheiro que pode ser identificado pelos cachorros.

Por que os cães se cheiram tanto?

Mais do que simplesmente sentir o cheiro, através dos diferentes tipos de elementos que podem ser detectados neste cheiro, os animais conseguem saber diversas informações, tais como raça, sexo e nível de felicidade do animal. Assim, eles conseguem saber, por exemplo, se o cachorro que está diante deles pode ser considerado como uma ameaça ou não.

Uma curiosidade sobre as glândulas que ficam no ânus dos cachorros está diretamente relacionada a uma expressão conhecida e bastante popular: “colocar o rabo entre as pernas”. De acordo com alguns pesquisadores, foi percebido que aqueles cachorros mais submissos costumam colocar o rabo nesta posição justamente para impedir que os cães mais agressivos consigam identificar essa característica através do cheiro.