Fofuxo.com

Cachorros também tornam humanos mais sociáveis

Resultado de pesquisa mostra que passear com os cães ajudam a sociabilizar donos e pets.

Os donos de cães que buscam informações para conseguir conviver melhor com o seu animal de estimação leem com uma certa frequência que a socialização dos animais é fundamental em diversos aspectos. Além de tornar o cão mais receptivo em casa, o animal também consegue aprender e ser adestrado com mais facilidade.

Cachorros também tornam humanos mais sociáveis

Os passeios acabam sendo uma das formas mais eficientes e socializar o cão. Além de incentivar o movimento, o que é fundamental em praticamente todas as espécies, é durante os passeios que os cães acabam entrando em contato com outros animais e também outras pessoas, um momento muito importante especialmente para os que passam o dia inteiro dentro de um apartamento.

Mas um dado curioso revelado esta semana mostra que não são apenas os cães que conseguem se beneficiar com os passeios e se tornarem mais sociáveis. As pessoas que levam o seu pet para dar uma volta também acabam se tornando mais sociáveis.

Dono sociável e saudável

Uma pesquisa que foi conduzida por pesquisadores da Universidade de Chicago comprovou que as pessoas que possuem cães em casa conseguem ser mais sociáveis e também mais saudáveis fisicamente quando conseguem manter uma rotina de passeios diários com o seu cachorro pela rua.

Ou seja, não é apenas a pessoa que está levando o seu cão para passear. Como esta é uma necessidade básica do cachorro, inclusive para que ele consiga fazer suas necessidades, especialmente os que não possuem um pátio, na verdade é o cachorro que está fazendo com que o dono passeie, e também acaba forçando algumas situações se sociabilização que não aconteceriam normalmente em um passeio comum se o pet.

Dizem que você não é dono do seu gato, e sim ele é seu dono. Eles tendem a interagir apenas quando querem, enquanto os cães interagem quando você quer. — afirma Chris Laurence, ex-diretor do Feline Advisory Bureau.

Para comprovar isso no dia a dia, basta pensar nas inúmeras vezes que uma pessoa que está passeando com um cachorro na rua acabou sendo parada por uma outra pessoa que queria fazer carinho no animal. Além disso, muitas pessoas também acabam saindo sempre no mesmo horário para passear com o seu cão, e acaba criando um rito diário com outras pessoas que fazem a mesma coisa.

Nas grandes cidades, especialmente nos bairros mais centrais ou que possuem mais prédios do que casas, é comum que grupos de moradores acabem criando pequenos encontros com os seus cães. 

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários