Ter um cachorro em casa acaba sendo realmente uma grande alegria para aqueles que conseguem enxergar nos animais um grande companheiro para a vida. Mas as pesquisas mais recentes feitas sobre o assunto mostram que o impacto positivo dos cães acaba sendo percebido em diversos aspectos do dia a dia.

Cachorros reduzem risco de doenças cardiovasculares

Uma pesquisa feita pela Universidade sueca de Uppsala e que foi publicada originalmente pela última edição da revista científica Nature, conclui que ter um cachorro em casa reduz as chances da pessoa ter algum tipo de doença cardiovascular. A pesquisa também indica que os animais podem ajudar a reduzir os riscos de surgimento de outras doenças.

De acordo com os resultados que foram publicados pela pesquisa, os principais fatores estão relacionados ao apoio e também a motivação que os cães acabam dando para os humanos responsáveis pelos seus cuidados. Os cachorros também seriam grandes incentivadores da prática de atividades físicas.

Cachorros reduzem risco de doenças cardiovasculares

As pessoas solteiras parecem que são as maiores beneficiadas pela presença dos cachorros na sua vida, tanto os jovens quanto também para os adultos. O Pet acaba ajudando as pessoas a manterem uma prática regular de atividades físicas, uma vez que a grande maioria dessas pessoas acabam saindo para passear com os animais.

 A pesquisa foi feita analisando os dados de mais de 3,4 milhões de suecos durante 12 anos. A faixa de idades escolhida para a pesquisa ficou entre 40 e 80 anos de idade, que são aqueles que acabam sofrendo maior risco de apresentar algum tipo de doença cardiovascular. Os dados mostraram que aquelas pessoas que tinham cachorro acabavam desenvolvendo menos doenças, especialmente aquelas que estão diretamente relacionadas ao sistema cardiovascular.