O que nós enxergamos nada mais é do que a luz refletida em um determinado objeto que acama sendo captado pela estrutura dos nossos olhos e processado pelo nosso cérebro. Isso qualquer estudante que lembre minimamente das aulas de biologia ou de física sabe. Mas acontece que nesta área as pessoas perdem de longe para uma grande quantidade de animais.

O que os cachorros enxergam quando apagamos a luz?

Muitos tiveram, ao longo do seu processo de evolução, uma série de alterações na estrutura dos olhos que permitem com que eles consigam enxergar com uma pequena quantidade de luz nos objetos. Desta forma, eles conseguem se movimentar muito bem em um ambiente escuro, diferentemente da grande maioria dos humanos.

Mas será que nossos cães também conseguiram evoluir e se adaptar para ter este tipo de visão?

Aproveitando melhor a luz

Os cachorros não podem ser donos do título dos olhos mais eficientes da natureza, perdendo para várias outras espécies, inclusive seus eternos rivais os gatos, que conseguem se movimentar com graciosidade pela escuridão. Mesmo assim, os cães ainda conseguem ganhar dos humanos em termos de orientação no escuro.

O que os cachorros enxergam quando apagamos a luz?

Isso acontece basicamente porque a estrutura dos olhos dos cães também sofreram alterações ao longo da sua evolução. Seus antepassados, os lobos, também nutriam hábitos noturnos, apesar de não serem tão ativos durante a noite quanto os felinos. Mas isso foi o suficiente para fazer com que a estrutura dos olhos consigam aproveitar melhor a luz dos objetos.

Se você olhar para o seu pequeno cãozinho, as pupilas do seu pet são maiores, e este é um dos motivos que faz com que ele consiga enxergar com uma menor quantidade de luz dentro de um determinado ambiente.

No escuro os cães também conseguem detectar movimentos de uma forma muito mais eficiente do que os humanos. Isso porque ele se utiliza outros sentidos para entender o mínimo de deslocamento de luz de um ponto para o outro, e consequentemente ele consegue entender quando existe um determinado movimento no escuro, mesmo sendo de um pequeno animal ou até mesmo de um objeto menor caindo.