É muito comum que pets os cães adotem determinados brinquedos para eles, mesmo que não sejam feitos exclusivamente para animais. É o caso de alguns brinquedos e bichinhos e pelúcia, que muitas vezes acabam sendo incorporados ao dia a dia do pet de uma forma natural. Também existem alguns destes itens que podem ser encontrados em lojas específicas para pets.

Brinquedos: pode dar pelúcia para os cães?

Mas será que a pelúcia não pode fazer mal para os cachorrinhos? Afinal de contas, a pelúcia acaba se mostrando um material bastante frágil diante das formas que os cães acabam brincando. Rapidamente eles conseguem rasgar os bonecos, e muitas vezes a espuma que fica no interior do brinquedo acaba saindo para fora.

E este acaba se tornando o grande perigo. Mesmo que os cães costumem gostar muito da pelúcia, especialmente por ser um item mais macio de ser mastigado, o material que está dentro geralmente pode representar um problema para os animais de estimação.

Grande parte das pelúcias contam com uma grande quantidade de lã acrílica no seu interior. Alguns possuem algodão como recheio e até mesmo o tecido faz parte dos itens. Este acaba sendo um material nem um pouco fácil de se digerido, quando engolido. Ele se acumula em regiões como o estomago ou mesmo o intestino do pet.

Brinquedos: pode dar pelúcia para os cães?

Como consequência, o animal pode acabar sofrendo com a obstrução de vias e canais importantes para o funcionamento do organismo como um todo. E isso pode causar sintomas como vômito, diarreia, inapetência e constipação. Em alguns casos, a única forma de resolver o problema é uma cirurgia, o que acaba trazendo uma série de outras consequências para os pets.

Por isso, a pelúcia não é recomendada. A não ser que ela seja feita com um material próprio para os pets e que não tenha recheios que possam ser ingeridos. E jamais tente recosturar um brinquedo de pelúcia para oferecer ao cão novamente, pois ele vai acabar sendo rasgado com mais facilidade.