Por Rodrigo Bueno

publicado em Comportamento

Treinar o cachorro com comandos básicos de adestramento pode ser interessante pelos mais variados motivos. Além de conseguir ter um cão um pouco mais obediente, os exercícios também ajudam a estreitar os laços entre os humanos e seus pets. Afinal de contas, os cachorros realmente acham tudo uma grande brincadeira, desde que sejam feitos exercícios a partir de reforços positivos.

Aprenda a ensinar o cachorro a ficar parado

E um dos truques mais simples que pode ser ensinado aos cães é aquele que ele fica parado. Basicamente ele envolve uma palavra de comando que vai ser entendida como um “pare e sente” pelo cachorro. Dessa forma, ele fica parado até que aconteça alguma outra coisa que vai fazer com que ele se movimente.

Confira algumas dicas para ajudar a ensinar o cachorro a ficar a parado.

Ensinando o comando “fica”

A palavra “fica” pode ser muito interessante para ser utilizada como comando de parada, pois ela costuma ser facilmente assimilada pelos pets. Além de ser uma palavra curta, ela dificilmente será confundida com outras palavras que costumam ser utilizadas na comunicação com o pet.

Escolha um ambiente conhecido pelo cão

Todo exercício de adestramento, pelo menos no seu começo, deve ser feito em um ambiente no qual o pet realmente conhece. Assim vai ser mais fácil controlar as suas reações. Também é recomendado que os exercícios sejam feitos apenas com uma única pessoa.

Aguarde ele ficar calmo

Aprenda a ensinar o cachorro a ficar parado

Muitos cães tendem a ficar agitados assim que as pessoas chegam perto deles. Afinal de contas, eles estão sempre querendo brincar. É recomendado esperar que ele se acalme um pouco antes de começar as atividades.

Comando e gesto

O comando “fica” deve ser dito sempre acompanhado por um gesto que aponte a direção do chão. Para queles cães que possuem um pouco mais de dificuldade, pode ser interessante dar um leve toque na parte de trás do corpo do pet, para ele entender que precisa sentar.

Não esqueça dos petiscos

Os exercícios com reforço positivo devem sempre oferecer uma recompensa. Por isso, é importante escolher um petisco que ele goste muito e ofereça sempre que ele fizer o movimento correto.