Todo mundo que se importa e que realmente ama os animais de estimação acabam ficando muto tristes quando se deparam com uma cena de abandono de cães. E isso realmente é algo muito comum, especialmente nas grandes cidades. São diversas as pessoas, inclusive, que tentam resgatar estes pets, levando eles para as suas casas.

5 dicas para resgatar cães abandonados

Mas é sempre importante tomar alguns cuidados quando nos deparamos com animais de estimação que estejam em situação de vulnerabilidade. Isso porque os cachorros podem estar muito acuados que podem se tornar agressivos com todos os humanos que tentarem se aproximar deles.

Confira algumas dicas importantes para resgatar cães abandonados:

Se aproxime sempre com cuidado

Os movimentos de aproximação devem sempre ser realizados com o máximo de cuidado e paciência. Muitos pets são dóceis, mas todos os traumas do abandono e do que pode ter acontecido com eles até aquele momento pode acabar deixando eles desconfiados. E a defesa de um cão acuado acaba sendo ao taque.

Verifique se o pet não tem dono

5 dicas para resgatar cães abandonados

Muitas vezes o cachorro pode parecer estar em uma situação de abandono, mas pode estar apenas perdido. Por isso, é importante verificar se realmente aquele cão não tem dono antes de adotar o cão.

Leve a uma clínica veterinária

Caso não exista nenhuma pessoa próxima que afirme ser o dono do animal, é importante levar ele para uma clínica veterinária. O objetivo é fazer um exame geral para saber como ele está de saúde, uma vez que muitos cães abandonados acabam ficando expostos a uma série de perigos na rua.

Castre o pet

É fundamental castrar este pet resgatado caso a família realmente resolva adotá-lo. Isso vai ajudar a prevenir uma série de doenças graves, especialmente alguns tipos de câncer.

Mantenha o pet isolado

Em um primeiro momento, pode ser mais interessante manter o pet um pouco isolado, especialmente quando já houver outros animais na casa. Isso deve ser feito até que os novos donos tenham certeza de que o pet não está com nenhuma doença contagiante e durante o processo de adaptação ao novo local.