Existem diversas marcas e muitos tipos diferentes de ração disponíveis para oferecer aos cães hoje em dia. Geralmente os tutores acabam escolhendo alguma e mantendo ela por um bom tempo como principal componente da alimentação do seu cachorro. Mas, em determinados momentos, pode ser importante que as pessoas façam a troca da ração que está sendo oferecida.

Quando trocar a ração do cachorro? Saiba mais sobre alteração na alimentação do

Assim como acontece com os humanos, o organismo dos cães também pode apresentar algumas dificuldades em relação a digestão dos alimentos. E quando acontece essa troca, a digestão dos alimentos pode ser ainda mais problemática, já que os organismos dos animais não são tão adeptos a mudanças desta forma.

Mas, afinal de contas, quando é necessária a troca da ração na alimentação do cão? Existem alguns comportamentos apresentados pelos cachorros que podem indicar esta necessidade:

Quando trocar a ração do cachorro? Saiba mais sobre alteração na alimentação do cão

- Quando os cachorros passam a deixar de comer a ração como acontecia anteriormente. Isso geralmente é indicado quando passa a sobrar muita comida;

- O surgimento de doenças e outros problemas de saúde que podem fazer com que os cães tenham que tomar alguns cuidados extras, aderindo as rações premiuns ou que tenham alguma característica específica;

- Quando o cachorro começa a apresentar determinadas rações específicas relacionadas a alimentação, como as fezes mais moles todos os dias;

- Quando o cachorro apresenta um excesso de gases, o que geralmente acontece quando o cachorro está ingerindo uma ração com qualidade duvidosa;

-  Quando o preço da ração atual fica muito caro. Neste caso, é fundamental que as pessoas escolham uma ração um pouco mais barata, mas que continue oferecendo este tipo de alimento, ao invés de oferecer restos de comida, por exemplo.

Troca gradual

Em todos estes casos o tutor deve realmente tomar cuidado no momento da troca, fazendo isso de forma gradual. Os primeiros dias o cão deve comer apenas uma parte da nova ração, misturada com a antiga. E essas partes devem ser alteradas ao longo dos dias, até que o cão passe a comer apenas a ração nova.