Caso você queira adotar um gatinho saudável, saiba que a alimentação adequada para o gato siamês é algo fundamental para que você possa conseguir que seu animalzinho de estimação esteja principalmente feliz e saudável.

Saiba mais sobre a alimentação do gato siamês

Das diversas raças de gatos existentes, saiba que os gatos siameses são animais saudáveis, e pouco problemáticos de se cuidar. Além de cuidados veterinários básicos, bem como vacinações, e consultas de rotina, uma alimentação de forma adequada é a principal forma de preservar uma boa saúde do seu gato siamês.

Qual o peso ideal do gato siamês?

São dois tipos de gatos siameses, o siamês moderno por exemplo, conta com uma aparência física mais bonita, além de mais estilizada e oriental do que o seu companheiro o gato siamês tradicional, ou o gato siamês Thai como também é chamado. Ambos felinos possuem em torno de 2 a 4,5 quilos de peso.

Para que ele se mantenha em boas condições de saúde, é fundamental equilibrar três classes de alimentos, o que tornam uma fórmula ótima para que seu gato preserve toda a sua vitalidade e sua saúde.

A alimentação adequada deverá ocorrer da seguinte forma, quando filhotes, o gato precisa de uma ração bastante proteica, e gordurosa que possa favorecer o crescimento. São muitas as rações secas para filhotes, e o veterinário deverá lhe propor uma ou duas marcas.

Quando adultos por sua vez, os gatos deverão se alimentar de rações equilibradas, onde sua composição conte com 26% de proteínas, 40% de gordura, as mais diversificadas porcentagens de fibras, além de vitaminas, ômega 3 e 6.

Saiba mais sobre a alimentação do gato siamês

São muitas as rações específicas para os gatos castrados, algo que é bastante importante para que se previna a obesidade dos felinos.

Para os gatos idosos por sua vez, existem rações ideais com porcentagem reduzida de proteínas e gorduras, já que eles irão realizar menos atividades físicas e não precisam destas quantidades de elementos na alimentação.

A comida úmida é uma boa indicação?

Depende bastante, a comida úmida que é apresentada em latas ou recipientes herméticos, assim que abertos, o que sobrar deve ser mantido em geladeira. Este tipo de alimento, deverá ter em torno de 35% de proteínas, no mínimo. Além disto, sua porcentagem de gordura deverá estar entre 15 a 25% de seu volume existente. Os carboidratos por sua vez, não devem superar 5% da ração. Tenha cuidado e não abuse deste tipo de alimento, já que sua ingestão provoca tártaro, mau hálito, fezes moles e fedorentas no gato.