As frutas são importantes dentro da alimentação do ser humano, pelos mais variados motivos. Como se trata de um alimento natural, conta com uma grande quantidade de vitaminas fundamentais para o funcionamento do organismo. Além disso, as frutas oferecem um grande grau de satisfação alimentar com uma quantidade de calorias baixas quando comparadas com outras categorias de alimentos.

Para os cães, esta é uma categoria que exige uma série de cuidados importante. Nem todas as frutas podem ser consumidas pelos nossos amigos fofuxos. Algumas dessas frutas contam com determinados itens na sua composição que não podem ser diferidos pelo estomago dos cachorros, o que gera uma série de problemas.

5 frutas que os cachorros podem comer

Mas existem algumas frutas que podem ser inseridas no dia a dia alimentar dos cães sem qualquer problema. Elas podem ser até excelentes opções para as pessoas que optam por oferecer uma alimentação mais saudável e natural para os seus cachorros, ao invés das tradicionais rações.

Confira 5 frutas que podem ser oferecidas para os cachorros:

Maçã

Essas frutas podem ser digeridas com facilidade pelo estomago dos cachorros. Elas podem ser oferecidas em pequenos pedaços e fatias, e podem inclusive substituir determinados tipos de guloseimas e petiscos. É preciso apenas tomar cuidado para não deixar os cães comerem a semente.

Banana

A fruta conta com uma série de benefícios para a saúde do animal, e costumam apetecer bastante os animais, podendo também substituir outras categorias de lanches e petiscos.

Amora

As amoras podem ser dadas para os cães, e possuem propriedades antibacterianas que ajudam a manter uma boa saúde bucal nos animais. Além disso, as amoras costumam ter grandes concentrações de vitamina C.

Melão

5 frutas que os cachorros podem comer

O melão pode ser oferecido para os cachorros, mas sempre sem casca. Eles contam com grandes doses de beta-caroteno, o que acaba trazendo benefícios para o seu cão e para o sistema imunológico dos mesmos.

Mamão

Este é o mesmo caso do melão. Oferece uma série de benefícios para a saúde dos cachorros, mas deve sempre ser oferecida sem sementes e nem casca.