Fofuxo.com

Dicas para lidar com cães compulsivos

Confira algumas dicas de adestramento para cães que sofrem com problemas de compulsão.

Todo mundo já teve, ou conhece alguém que já teve, um cachorro que simplesmente não conseguia parar quieto em um mesmo lugar por muito tempo. Além disso, geralmente estes cães também acabam apresentando uma grande ansiedade para praticamente tudo. Se ele sente o cheiro da ração já fica enlouquecido para comer a mesma. Se ele escuta um barulho qualquer já fica todo nervoso, latindo a todo instante. Quando o dono chega em casa então, geralmente é ainda mais complicado.

Dicas para lidar com cães compulsivos

Mas talvez não exista dificuldade maior do que conseguir sair para um passeio com este tipo de cachorro. Realmente é uma grande dificuldade para o cão conseguir se controlar antes de sair de casa, sendo que muitas vezes o cachorro acaba saindo antes mesmo do dono. No percurso, alguns cachorros ficam latindo o tempo todo, sem contar com os puxões que eles dão. Caso eles consigam se soltar, aí sim o dono pode estar em apuros, porque na maioria dos casos este tipo de cão não consegue escutar as ordens que são lhe passadas.

Ao contrário do que muitos pensam, o cão ansiosos pode ser grande ou pequeno. Existe alguns estudos que mostram algumas tendências de cachorros menores desenvolverem este tipo de comportamento, mas o grande problema é que nem sempre isso acontece. O cachorro grande também desenvolve o problema, sendo neste caso mais difícil de conseguir controlar ele, especialmente durante os passeios.

Felizmente, existem algumas técnicas de adestramento que podem efetivamente melhorar este comportamento nos cachorros. São dicas simples, que podem ser feitas com praticamente qualquer dono, inclusive aqueles que não possuem muito contato com este tipo de atividade, e mesmo assim pode funcionar.

Comandos

O cão adestrado, antes de mais nada, é um cachorro que consegue controlar seus impulsos. Afinal de contas, o animal é movido deles. Quando ele está adestrado e segue os comandos do criador, ele consegue esperar pacientemente até que a ação possa efetivamente ser realizada, de acordo com o comando que lhe é dado. Este pode ser um tratamento muito eficiente pra cães muito nervosos.

O grande problema é que nestes cães acabam sendo muito mais complicados de se treinar, justamente por causa da falta de foco que a ansiedade provoca nele. Por isso a importância de começar a passar alguns ensinamentos durante seus primeiros meses de vida, quando eles ainda são filhotes. Será muito mais fácil ensinar o cachorro a se controlar quando ele ainda não está com o problema completamente desenvolvido.

A ideia de treinar alguns comandos no dia a dia pode ser uma maneira de conseguir controlar este ansiedade característica dos cães. Por exemplo, o cachorro, antes de comer, precisa dar algo em troca para conseguir aquela comida. Nem que seja apenas um levantar de patas, ou uma sentada rápida. Com estas dicas as pessoas já conseguem começar efetivamente a controlar o ânimo do seu cãozinho.

Na medida que o cachorro vai obedecendo aos pedidos ele pode ir ganhando mais comida. Mas é importante que o cachorro entre neste ritmo aos poucos, sem qualquer precipitação por parte do seu dono. Caso ele se sinta muito pressionado a fazer muitas coisas que ele não ele não está acostumado, a tendência é que seu comportamento piore de vez.

Calma

Cães compulsivos não devem ser agitados.

Mesmo que o cão não consiga atender nenhum comando especifico, é importante que ele perceba a importância de manter a calma para conseguir o que quer. Portanto, caso o cachorro fique muito nervoso quando você está preparando a refeição dele, espere ele se acalmar. Geralmente este é um processo que não leva mais do que 10 minutos. Apenas depois que ele se acalma é que você pode dar a ração dele.

O mesmo comportamento deve ser feito na hora de levar o seu cão para passear. Caso ele fique muito nervoso quando você pega a coleira, espere ele parar para depois sair com ele para rua. Assim, aos poucos ele vai perceber um padrão de comportamento, onde ele consegue as coisas apenas com determinadas atitudes, e assim passará a tentar fazer elas mais frequentemente.

Outra dica muito importante: cães muito ansiosos não devem ser incentivados a praticarem atividades físicas muito intensas. Portanto, evite ficar correndo o tempo todo atrás dele, ou brincar de forma que ele fique muito agitado.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários