Fofuxo.com

Rabos de gatos podem quebrar. Confira como evitar o problema

Apesar de parecer resistente e maleável, esta é uma parte sensível do gato.

Todo mundo sabe que os rabos são fundamentais na vida dos felinos. Além de ser o responsável pelo equilíbrio destes pets, especialmente quando eles estão fazendo suas peripécias em cima de talhados ou de árvores, o rabo dos gatos também acaba sendo utilizado como uma forma de comunicação.

Rabos de gatos podem quebrar. Confira como evitar o problema

Mas apesar de parecer uma parte bastante maleável do corpo dos gatos, a cauda também pode quebrar, o que pode provocar uma grande dor nos nossos amigos felinos. Existem diversas situações que podem acabar provocando a quebra dos rabos dos felinos.

Na grande maioria dos casos isso acontece quando os felinos acabam sofrendo algum acidente, como atropelamentos ou quedas nas quais eles não conseguem cair com as patas no chão. Também existem aqueles casos que as fraturas acabam acontecendo por maldade de pessoas que simplesmente acham divertido submeter os felinos a tortura.

Sinais de fratura

É possível perceber claramente que o rabo do gato acabou sofrendo algum trauma quando a ponta parece desconectada do restante. Geralmente os gatos sentem bastante dor com este tipo de fratura, e pode não permitir que as pessoas acabem tocando em sua cauda.

Tratamento

Rabos de gatos podem quebrar. Confira como evitar o problema

O tratamento do rabo quebrado é igual ao de outras partes do corpo que acabam sofrendo alguma fratura. Por isso é de fundamental importância levar o animal até o veterinário, já que somente este profissional vai conseguir fazer os procedimentos corretos.

Jamais tente você mesmo colocar om rabo no lugar ou então manipular ele de qualquer forma com o objetivo de tentar ajudar. Sem os conhecimentos necessários o animal poderá sofrer ainda mais com a dor.

Ao chegar no veterinário o animal geralmente vai receber um remédio que terá como principal objetivo fazer com que ele sinta menos dor. Em alguns casos o ato terá que ser completamente sedado para que não se movimente durante o procedimento.

 Dependendo da situação, o veterinário terá que colocar uma tala ou então um gesso. Será importante ficar atento as instruções do veterinário, uma vez que o seu gato terá que ter os seus movimentos limitados enquanto estiver se recuperando deste trauma. 

Postado em .


Pela Web

Comentários