Fofuxo.com

Obesidade em cães e gatos

O número de cães e gatos obesos cresce cada dia mais, podendo acarretar vários outros problemas na saúde desses bichinhos

Obesidade em cães e gatos

A obesidade se caracteriza pelo aumento patológico de gordura corpórea em 20% ou mais, tendo como consequências disfunções fisiológicas, desarranjos metabólicos e musculoesqueléticos que comprometem a saúde e longevidade do indivíduo.

Acomete 16% dos animais, entre eles mais em felinos machos e cadelas castrados. A idade dos animais obesos varia muito, algumas raças de cães são predispostas como o labrador retriever, cocker spaniel, Dachshund, Beagle e em gatos os Persas.

Causas

gato sedentárioAs causas são variadas, mas a maioria dos casos o problema é o manejo que os proprietários têm com alimentação e rotina do animal. Na embalagem das rações há informações importantes que devem ser lidas e seguidas, como o valor exato que o animal deve comer de acordo com seu porte e idade para suprir suas necessidades diárias. Muitas pessoas extrapolam nessa quantidade ou dão petiscos e “restos caseiros” demais além da ração. Para as pessoas que optam por dietas caseiras para os animais, deveriam antes discutir a respeito com veterinários sobre o que e quanto dar para suprir as necessidades energéticas e nutricionais do animal. O confinamento dentro de casa e a falta de exercícios físicos desses animais também contribuem para a obesidade.  

Outros fatores como a castração, genética, uso de alguns medicamentos como corticosteroides e doenças como o hipotireoidismo, o hiperadrenocorticismo e o insulinoma podem levar também a obesidade.

Consequências 

Em cães é mais comum afetar o sistema cardiovascular pelo aumento de colesterol e triglicérides, também afesta os sistemas respiratório e musculoesquelético, pois gera problemas articulares e locomotores. Gatos sofrem mais alterações endócrinas como a diabetes mellitus, também pode afetar o sistema musculoesquelético, dermatológicos e no fígado se houver suspensão da alimentação. Nas duas espécies podem haver problemas reprodutivos.

Além desses problemas a cronicidade da condição leva ao prejuízo da função imunológica do animal, desordens digestivas, aumenta o risco de surgimento de neoplasias e caso o animal precise fazer uma cirurgia há um maior risco na anestesia.

Tratamento

brinquedo para estimular gatosApós descobrir a causa da obesidade deverão ser tratadas as doenças predisponentes se for o caso, se não um plano para corrigir o manejo do animal deverá ser traçado.

O animal deverá começar a ingerir uma dieta com redução de calorias, prescrita pelo veterinário e deverá ser seguida minunciosamente a quantidade e frequência de alimentação indicadas. Assim como em humanos, a alimentação ideal deve ser feita a cada 2-3 horas em poucas quantidades.

Além da alimentação, exercícios físicos deverão ser implementados, respeitando a capacidade do animal de fazê-los. Um começo abrupto e forte de exercícios físicos para um animal obeso pode causar ou piorar problemas musculoesqueléticos. Veterinários especialistas em fisioterapia podem ajudar muito, há serviços inclusive de caminhadas em hidro esteiras e natação para animais obesos.  

Gatos devem ser estimulados pelos donos a brincar e caçar mais, há inúmeros brinquedos no mercado pet que podem auxiliar nessa tarefa.

Patrícia Maíra Paulino M.V. Patrícia Maíra Paulino • CRMV-SP 27889
Médica Veterinária • Pós-Graduada em Dermatologia Veterinária

Atualmente atende exclusivamente Dermatologia de pequenos animais em hospitais e clínicas veterinárias.

Postado em .


Pela Web

Comentários