Fofuxo.com

Donos devem ter cuidados com fraturas em cães pequenos

Animais de pequeno forte podem quebrar ossos com mais facilidade.

Muitas pessoas acreditam que os cães grandes tendem a sofrer mais acidentes, especialmente os que pertencem a determinadas raças que possuem uma estrutura corporal maior do que a média dos cães considerados de grande porte. Boa parte deste pensamento acontece justamente porque estes cães realmente parecem um pouco desengonçados quando caminham ou correm.

Donos devem ter cuidados com fraturas em cães pequenos

Mas pesquisas demonstram que são os cachorros de pequeno porte que possuem mais chances de fraturar algum osso. Os acidentes envolvendo a quebra de algum osso acaba sendo ainda mais comuns nos cães das raças toys, e na grande maioria dos casos os problemas acontecem justamente quando existe alguma queda dentro de casa.

Em alguns casos não é necessário nem acontecer uma queda mais grave dentro de casa. Apenas um simples ato de pular do sofá para o chão já pode causar uma fratura no osso do animal, dependendo do seu tamanho e da sua estrutura muscular.

Ossos frágeis

Apesar de muitos cães demonstrarem algumas habilidades para saltos, os cães de raças pequenas, especialmente os que pesam até três quilos, devem ser vigiados constantemente, especialmente em relação aos móveis e objetos altos que ele possa vir a subir. Uma queda de apenas 60 centímetros de altura, que é o tamanho médio entre uma cadeira e o chão, já pode representar um problema para um cachorro com até 3 kg.

Dentre as raças que sofrem mais com problemas relacionados as fraturas dos ossos em acidentes domésticos temos Yorkshire, Chihuahua, Spitz, Lhasa Apso, Shitzu e Maltês. Na maioria dos acidentes registrados o animal acaba fraturando uma ou até duas patas da frente quando está tentando pular de locais como camas, sofás ou cadeiras para o chão. O movimento inverso também pode representar um problema, especialmente quando ele não consegue calcular a força do pulo.

Identificando a fratura

Donos devem ter cuidados com fraturas em cães pequenos

Neste caso a fratura dos ossos não é difícil de ser identificada. Geralmente é algo dolorido para o cão, que provavelmente vai começar a chorar ou gritar. Além disso, eles passam a não conseguir mais apoiar a pata que apresentou o problema no chão. Neste caso o melhor a se fazer é levar imediatamente até uma clínica veterinária, de preferência uma que tenha serviços de radiografia.

Os tratamentos variam desde a imobilização até uma cirurgia para a fixação de implantes. Em ambos os casos o animal vai precisar de muitos cuidados, uma vez que ele não vai entender que precisa se manter em repouso para conseguir curar a pata. O tempo médio de recuperação depois de uma cirurgia, por exemplo, pode chegar a um mês. 

Postado em .


Pela Web

Comentários