Fofuxo.com

Dicas para cuidar de gatos recém-nascidos sem a mãe por perto

Confira como cuidar dos pequenos felinos logo depois do nascimento.

Ter uma gata e seus filhotes recém nascidos em casa exige alguns cuidados de parte dos seus donos, especialmente quando estamos falando de uma felina que está acostumada com cuidados vindos de todos os lados. Mas cuidar de felinos recém-nascidos sem que a mãe esteja por perto pode ser ainda mais desafiador.

Dicas para cuidar de gatos recém-nascidos sem a mãe por perto

Por mais que a gata esteja domesticada e acostumada com alimentação e cuidados vindos dos donos, o que acaba tirando muito do seu instinto animal, quando nascem filhotes elas geralmente sabem o que fazer. Os cuidados quase sempre podem ser deixados por conta da nova mamãe, sendo que os humanos acabam tendo um papel muito mais de supervisor em tudo o que acontece.

Mas existem também aqueles casos onde os felinos recém-nascidos são adotados por outras pessoas ou então por outras famílias sem que a mãe esteja junto. Confira algumas dicas que podem ser muito úteis nos cuidados relativos aos filhotes de gatos recém nascidos:

Cuidando dos recém nascidos

Dicas para cuidar de gatos recém-nascidos sem a mãe por perto

A primeira dica importante para qualquer pessoa que tenha que cuidar de filhotes recém-nascidos é tentar manter ele sempre bem aquecido. Deixar eles em uma caixa com cobertores e outros tecidos que torne o local aconchegante é sempre uma boa ideia. Enrolar garrafas de água quente em cobertores e deixar dentro da caixa também pode ser uma boa dica.

Quando os donos recebem os filhotes de origem desconhecida, a avaliação imediata do veterinário sempre é importante. Ele poderá fazer um diagnóstico completo para entender quais são as reais necessidades daqueles felinos. Dispensar os cuidados do veterinário poderá acarretar em complicações sérias para os que recém chegaram ao mundo.

Para alimentar os recém nascidos, a solução ideal e sempre a mais complicada é arranjar uma gata que possa fornecer o leite para os filhotes. Mas também já existem muitos preparos disponíveis no mercado que podem ser oferecidas aos filhotes e que acaba emulando o leite da mãe deles. É sempre importante lembrar: evite o leite consumido pelos humanos para os gatos, especialmente quando eles ainda são filhotes.

Geralmente estes pequenos vão se alimentar de 3 em 3 horas, por isso por cerca de dois meses é fundamental ter alguém por perto para oferecer o leite que está substituindo o alimento das gatas. Em alguns casos os veterinários também poderão recomendar a inserção de determinados suplementos alimentares na dieta dos gatos. 

Postado em .


Pela Web

Comentários