Fofuxo.com

Dicas para ajudar cães abandonados

Confira como lidar com animais que demonstram sinais de trauma por causa do abandono.

Muitos cachorros são abandonados todos os dias no Brasil. A grande maioria dos casos as pessoas simplesmente não tomam conhecimento, salvo raras exceções nas quais eles conseguem comover a opinião pública aparecendo na mídia de alguma forma. Mas o fato é que o abandono dos animais domésticos ainda é uma triste realidade.

Dicas para ajudar cães abandonados

Em contrapartida, no Brasil existem muitas instituições que tentam ajudar estes animais, conseguindo um novo lar para eles. São ONGs e outros tipos de organizações que conseguem criar uma ponte entre alguém que esteja procurando um novo amigo e aqueles animais que estão sem lar.

O problema é que não é raro que estes animais tenham sofrido algum trauma durante esta fase do abandono.

Sinais de problemas

Os animais que acabam ficando traumatizados depois de serem abandonados podem demonstrar estes sinais de diversas formas. Mas geralmente é no momento da socialização que eles acabam ficando mais suscetíveis. Eles podem assumir um comportamento bastante agressivo quando estiverem perto de muitas pessoas, ao mesmo tempo que também podem assumir um comportamento assustado e simplesmente fugir de todo mundo.

Inclusive este é um quadro que pode se tornar comum com os próprios donos que estão adotando os animais.

Adaptação

Dicas para ajudar cães abandonadosAntes de mais nada, é preciso entender que este cão vai precisar de um período de adaptação, para que ele possa entender a nova realidade e voltar a confiar em alguma pessoa. Portanto durante este período é de fundamental importância que os donos tenham paciência com o seu novo amigo. E os contatos com outros animais também deve ser feito aos poucos.

A casa também deve estar preparada para receber este novo animal, especialmente as pessoas que ali moram. É importante deixar que o animal comece a ter confiança nelas, indo com calma. As crianças também devem entender que aquele animal precisa de carinho e também precisa ser respeitado, para que ele não interprete mal alguma atitude dos pequenos.

A consulta com o veterinário também é muito importante nesta fase. Ele vai conseguir identificar a idade aproximada do animal e também dar as primeiras vacinas e cuidados médicos. Ele também poderá ajudar com alguns métodos de sociabilização que poderão deixar o cão mais à vontade.  

Postado em .


Pela Web

Comentários