Fofuxo.com

Cuidados com o Bicho de Pé

Pets poderão ter uma série de problemas em suas patas por causa deste tipo de pulga.

O bicho de pé é um tipo de pulga bastante comum em determinadas regiões do Brasil, especialmente nas rurais. Ela pode ser encontrada com uma certa facilidade em solos arenosos, ou ainda quentes e secos. Na praia este tipo de pulga também é bastante comum, e sua ocorrência nos humanos aumenta consideravelmente pois as pessoas tendem a andar mais sem calçados nestes locais.

Cuidados com o Bicho de Pé

Mas os pets estão sempre caminhando sem qualquer tipo de proteção pelos mais diversos tipos de piso, e isso faz com que eles se tornem um alvo em potencial deste tipo de pulga, mesmo que a sola das patas de cães e de gatos, apresentem determinadas proteções contra este tipo de problema.

Um dos principais problemas causados por este tipo de parasita são as lesões causadas na sola das patas dos animais. Este tipo de lesão acontece pois a fêmea grávida deste tipo de pulga acaba entrando na pele, deixando apenas sua parte posterior livre para respirar, enquanto deposita seus ovos no ambiente.

Sintomas

O primeiro sinal de que o animal possa estar com algum problema na sua pata relacionado ao bicho de pé é quando ele começar a sentir muita coceira nesta parte do corpo. Geralmente os animais acabam coçando com os próprios dentes a parte de baixo da pata ou então a parte de trás. Com o tempo, esta coceira acaba se transformando em dor. Com isso o pet também terá dificuldades para conseguir se movimentar.

Cuidados com o Bicho de Pé

O bicho de pé, quando removido rapidamente, não apresenta grandes problemas para os animais. Mas quando o bicho de pé não for removido rapidamente, as lesões que os bichos acabam causando nas patas dos pets podem servir como porta de entrada para doenças mais sérias. Determinadas infecções, como o tétano, podem acabar entrando no organismo do animal com mais facilidade quando existe este tipo de lesão.

Tratamento

O tratamento do bicho de pé é relativamente simples. O primeiro passo é remover os parasitas do local. Apesar de muitas pessoas fazerem isso na sua própria casa, o ideal é fazer esta remoção em um ambiente limpo, desinfetando o local primeiramente. Depois disso podem ser aplicados medicamentos apenas para manter a ferida limpa enquanto a cicatrização. 

Postado em .


Pela Web

Comentários