Fofuxo.com

O que fazer quando o meu cão leva uma picada de abelha?

Ataques destes insetos podem se intensificar durante a primavera.

Com a chegada da primavera não são apenas as alergias que podem começar a aparecer com mais frequência na vida dos humanos e de seus animais de estimação. Existem alguns outros riscos que acabam vindo juntamente com a estação das flores. E alguns deles chegam voando com as asas de um inseto. As abelhas, por exemplo, acabam se tornando ainda mais perigosas durante esta época do ano.

O que fazer quando o meu cão leva uma picada de abelha?

O pólen das flores durante essa época do ano acaba atraindo uma grande quantidade destes insetos, e consequentemente o risco de ser picado por uma delas é maior em determinadas regiões. Mas vale lembrar que as abelhas não atacam exclusivamente os humanos. Alguns animais também podem sofrer com o ferrão deste pequeno inseto, especialmente os cães.

Geralmente as picadas de abelha acabam sendo resultado da grande curiosidade que os cães acabam tendo em relação a todos os elementos que estão ao seu redor. E exatamente por isso os cães acabam, muitas vezes, colocando o nariz onde não deve. As abelhas, ao identificar a aproximação dos cães, podem entender que se trata de um ataque e acabar ferindo o animal.

Riscos

De uma forma geral, os riscos que uma picada de abelha podem causar no organismo do animal basicamente os mesmos dos enfrentados pelos humanos. Em um primeiro momento existe a dor causada pela entrada do ferrão e também pela ação do veneno da abelha no local da picada.

Mas o grande problema é quando este veneno causa uma reação alérgica no organismo do animal ou do humano. Não são todos os cachorros que vão apresentar uma reação alérgica em virtude da picada de um inseto. Mas existe uma grande chance que esta reação aconteça, e os donos precisam ficar atentos.

Sintomas

O que fazer quando o meu cão leva uma picada de abelha?

Em termos de sintomas que podem ser identificados na ocasião de uma picada de abelha, o mais visível é um inchaço na região onde aconteceu o ataque. Como os cães costumam cheirar tudo, é muito provável que ele aconteça na região do focinho. Quando isso acontece o inchaço é evidente. Mas em outras partes do corpo pode ser mais complicado perceber.

Geralmente o cão vai interpretar aquele incomodo como uma coceira no primeiro momento e poderá tentar lamber o local. Ao passar a mão a pessoa poderá identificar uma espécie de caroço, o que pode ser o indício da picada.

No caso de uma reação alérgica, os cães podem começar a vomitar ou ter diarreias repentinas. Também podem acontecer dificuldades na respiração.

Neste caso, é extremamente importante que as pessoas levem o animal ao veterinário imediatamente. Caso a pessoa tenha um número de telefone que possa falar imediatamente com um médico da área, faça a ligação, pois a reação alérgica pode ser considerada uma emergência para o seu cão. 

Postado em .


Pela Web

Comentários