Fofuxo.com

Cachorro defende menina de 2 anos e acaba sendo picado por uma cobra

Boxer ainda passa por tratamento para tentar se recuperar.

Muitas vezes os cães acabam se colocando em situações de risco apenas para defender os humanos que costumam fazer parte da sua rotina. Este acaba sendo um movimento considerado natural para eles, algo que se encontra no seu instinto. Recentemente, uma história começou a circular pela internet e mostra um bom exemplo deste tipo de comportamento.

Cachorro defende menina de 2 anos e acaba sendo picado por uma cobra

Um cão da raça boxer está em estado considerável delicado depois de evitar que uma cobra picasse uma menina de apenas dois anos de idade. De acordo com as informações que foram divulgadas pelas redes sociais, a cobra estaria perto da menina enquanto ela estava brincando no pátio da sua casa. Ela não teria visto o rastejante se aproximar. O fato aconteceu na Austrália.

Quando a cobra estaria para dar o bote na garota, o boxer atacou, mas acabou sendo picado diversas vezes pela cobra. “Carmen estava pulando na cama elástica e o cachorro estava correndo no quintal. Eu saí para ver a máquina de lavar louça e ouvi um trovão. Minha filha veio correndo e disse: Mamãe, Mack não está vindo”, contou Jo, mãe da menina, durante uma entrevista.

Quando a mãe da menina encontrou o cão no pátio, ele estava paralisado e espumando pela boca. Rapidamente eles levaram o cachorro ao veterinário mais próximo, com o objetivo de iniciar o tratamento rapidamente. No local, o boxer recebeu três doses de um antidoto. Ele reagiu, mas ficou com problemas nos rins em função da ação do veneno. O cachorro teve que ser transferido para um hospital, onde ainda está em situação que exige atenção.

A família do cão agora faz uma corrente nas redes sociais com o objetivo de arrecadar doações que ajudem a pagar a conta do tratamento, que superam os US$ 6 mil dólares, cerca de R$ 19 mil reais.

O que fazer?

Cachorro defende menina de 2 anos e acaba sendo picado por uma cobra

Encontrar um cão mordido por uma cobra pode ser comum especialmente nas áreas mais afastadas das cidades, e exige cuidados e atenção imediata. A primeira coisa que deve ser feita e se certificar que o cachorro realmente foi mordido, verificando se ele apresenta um local que mostre os sinais das presas da cobra, bem como se a área está inchada.

Caso a suspeita seja positiva, será preciso evitar que o animal se movimente muito e encaminhar diretamente ao veterinário. Uma dica é colocar gelo sobre o local da mordida enquanto leva o cão até o veterinário.

Postado em .


Pela Web

Comentários