Fofuxo.com

Alergia Alimentar

A alergia ou hipersensibilidade alimentar é a alergia menos comum em cães e gatos e a fonte de alérgenos é o alimento

proteínas

Os animais que tem alergia alimentar geralmente pela proteína ingerida, de origem animal ou vegetal, raramente de carboidratos como o glúten do trigo e milho, lipídeos e corantes.  Os gatos geralmente têm mais alergia a peixe e carne bovina, enquanto que os cães à carne de frango, boi ou ovos e acontece mais em cães que comem dieta caseira, mesmo quando só por agrados.

Sintomas

gato coçandoOs sintomas vão de dermatológicos (urticária e angiodema), gastroentéricos (herpes em mucosas, diarreia, cólica, flatulência e vômito crônico), neurológicos (compulsão alimentar) podendo ter um ou mais sintomas.

O principal sintoma dermatológico é a coceira sempre que comer o trofoalérgio, geralmente crônica. Gatos se coçam na região periocular, preauricular, face, perioral (lábio e queixo) e perianal e fazem lesões do complexo granuloma eosinofílico que comentei sobre no artigo sobre alergia a insetos. Cães podem coçar a região periocular, face, perioral, interdigital e podem ter otite crônica e as infecções secundárias são frequentes.

otiteAcontece mais em animais de raça pura, e o período de sensibilização é rápido, pois começam a comer cedo, então podem apresentar sintomas com menos de um ano de idade. Começa quando os animais são jovens e adultos, a frequência de ocorrência é baixa, mas têm aumentado com a humanização dos animais.

Diagnóstico

dietaO diagnóstico é feito com a exclusão dietética, que pode ser feita com dietas comerciais ou caseiras receitadas por um veterinário, sendo que deve-se fornecer por 6 há 8 semanas uma dieta com uma fonte de proteína original exclusiva, ou seja,  uma fonte de proteína somente que o animal nunca tenha comido. Se nesse período o animal não tiver os sintomas anteriores ele pode realmente ser alérgico, se continuar provavelmente ele é alérgico a outra coisa. Depois desse período se o animal melhorar deve-se fazer desafios por uma semana com novas proteínas para descobrir ao que ele tem alergia, o animal terá prurido (coceira) em até 48h após a ingestão do trofoalérgeno.  

No começo da dieta pode-se fazer uso de antiinflamatórios para aliviar os sintomas e devem-se tratar a seborreia e infecções secundárias antes de iniciar a dieta. Depois de descoberto ao que o animal manifesta alergia, deve-se então eliminar essa proteína da alimentação do seu animal. 

Patrícia Maíra Paulino M.V. Patrícia Maíra Paulino • CRMV-SP 27889
Médica Veterinária • Pós-Graduada em Dermatologia Veterinária

Atualmente atende exclusivamente Dermatologia de pequenos animais em hospitais e clínicas veterinárias.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários