Fofuxo.com

Terrier Norfolk

Vindo do Reino Unido, essa raça encanta pela cara fofinha. Leia mais sobre sua história, temperamento, pelagem, e mais.

Uma das raças mais bonitas de cachorro é Terrier Norfolk. Estes belos cães vivem entre 13 e 15 anos. Eles fazem parte do padrão FCI, no grupo 3, da seção 2 de Terriers de pequeno porte. Eles são encontrados nas cores ruivo, preto, castanho, grisalho e trigueiro, podendo apresentar algumas marcas brancas. Seus pelos são lindos, pois são duros e retos, além de longos e densos.

São cães considerados de porte pequeno, com altura em torno de 25 centímetros e pesam entre 5 e 7 quilogramas. O ambiente ideal dos Terriers Norfolk é um local grande e arejado para ele correr bastante, porque eles são bem ativos e gostam de brincar, tendo uma pré-disposição para o esporte.

Terrier Norfolk

Características

Terrier NorfolkO Norfolk um dos menores Terriers. São bem pequeninos, já que dificilmente passam de 25 centímetros de altura, tem as patas bem curtinhas, assim como o seu dorso. Entretanto, ele é bem compacto e forte. Naturalmente seus ossos são firmes e rijos, então ele não é delicado como seu tamanho parece dizer.

A cabeça deste cão é larga e um pouco redonda com o stop bem nítido. Seus olhos são profundos e quase ficam cobertos pela pelagem. Está sempre com um olhar penetrante, pois gosta de observar tudo e a todos. Apresenta um focinho preto bem protuberante e escuro, além de lábios bem ajustados ao rosto entre os pelos. Assim como toda sua estrutura, os dentes são bem fortes e grandes em relação ao tamanho da sua boca, podendo ser uma arma bem perigosa quando ele está bravo ou protegendo seu dono. O pescoço merece ser comentado, pois é um dos fatores que transmitem imponência, sempre com um olhar erguido e de alerta.

Alguns donos cortam a sua cauda, pois é opcional, mas há de se ter cuidado por ela ajudar no equilíbrio geral do corpo.

O mais interessante da sua composição física é a forma como ele é pequeno e parece tão frágil, mas na verdade é extremamente forte, compacto e musculado.

Pelagem

Terrier NorfolkO Terrier Norfolk é dono de uma pelagem bem dura e característica que traz muito benefício para si próprio e para o dono. Ele precisa de cuidado, mas a sua pelagem naturalmente repele as sujeiras do meio ambiente, como pó e poluição, o que evita que deva ser escovado e lavado com muita frequência. Por esta razão, se torna, também, uma boa opção para donos que tem alergias a poeira e enfrentam graves problemas aos abraçar cães e seus grandes pelos empoeirados.

Curiosamente, ele é o único Terrier com estas características em relação a pelagem, pois os outros necessitam de lavagem frequente, além de escovação diária ou a cada dois dias.

Quem deseja que os pelos não sofram mudanças na consistência ou tonalidade, não pode cortá-los com tesoura como se faz normalmente. É necessário que leve a lugares apropriados onde utilizam técnicas diferenciadas para corte. Um desses tipos é do stripping, que é realizado manualmente com uma faca apropriada. Cuidado! Não tente fazer isso em casa. Este tipo de corte é indicado, principalmente, para Terrier Norfolk que compete em exposições.

Origem

Esta raça nasceu na Grã-Bretanha, criada por Mr. Frank “Roughrider” Jones. Historiadores dizem que esta raça nasceu no cruzamento de diversas raças, como Bedlington Terrier, terrier dourado, Irish Terrier e Staffordshire Terrier. Os fazendeiros queriam que nascesse um cão capaz de trabalhar sob sol, chuva, calor e frio nas fazendas, sempre com muita eficiência, além de ajudar a matas as pragas que apareciam, como ratos, e assustar possíveis animais escondidos nas terras que a gente não consegue perceber.

Estes fatos explicam o porquê ele consegue ficar livre de poeiras e tem pelos bem duros e eriçados, pois foi feito para o trabalho em fazendas.

Terrier Norfolk

O seu tamanho, que é o menor entre os Terriers, chamou a atenção para ser utilizado como cão de estimação, podendo viver sossegadamente em apartamentos. O seu temperamento também é um auxilio, permitindo que se tornasse bem popular.

Curiosamente, quando a raça foi criada, muito tempo passou a ser chamada de Terrier Norwich, pois ambos são quase iguais. A única mudança entre eles está na orelha, onde a do Terrier Norfolk é caída e do Terrier Norwich é ereta. Somente no início da década de 30 ele foi desvencilhado do Norwich para se tornar uma raça própria.

Apesar de hoje ter fugido da sua missão original, que era proteger a colheita de roedores e outros animais, podemos nos beneficiar com um bicho de estimação sempre alerta em casa, não é mesmo? Quem sabe ele não encontra uns ratos que você nem sabia que existia.

Personalidade

Terrier NorfolkO Terrier Norfolk tem uma personalidade, comportamento e temperamento bem único e diferenciado dos outros cães de sua raça. Eles são os menores Terriers, mas são aqueles que mais crescem quando precisam, metaforicamente dizendo. São valentes, ativos e inteligentes, estando sempre em alerta para proteger a casa de possíveis ameaças. Entretanto, quando não está em perigo, seu jeito dócil, alegre, carinhoso e amável encanta quaisquer donos de todas as idades.

No dia a dia ele pode muito bem te ajudar no trabalho, pois tem aptidão e instintivamente gosta de ajudar seu dono. Quando sair de casa e algum invasor se aproximar, tenha certeza que pelo menos lutar contra ladrão ele vai, pois é uma das melhores raças para cão de guarda do mundo.

Leigos quando os veem nas ruas pensam que ele é um animalzinho de pelúcia, mas estão muito enganados. Tenha cuidado para não mimá-lo demais. Se você perceber bem, naturalmente ele anda com o tronco ereto, pescoço esticado e olhando as coisas com certa imponência. Facilmente ele pode vir a se tornar arrogante, podendo causar problemas de convivência com outros cães ou até mesmo amigos teus e familiares.

Ele é inquieto, alegre e extrovertido, podendo alegrar bastante a família. Um dos lados positivos em ter em casa é o fato de se adaptar bem ao ambiente, não causando muita sujeira, não latindo sem necessidade e ficando feliz no conforto da residência.

Saúde

O cruzamento das espécies foi feito meticulosamente para que nascesse um cão trabalhador, firme, pequeno, ágil e ativo. Era preciso que suportasse as diversas condições climáticas para trabalhar ao ar livre junto com os fazendeiros, logo não poderia ter um sistema imunológico muito debilitado.

De fato, esta raça é bem saudável e sofre com poucos problemas de saúde, entretanto existem duas doenças nas quais os donos devem ficar atentos, pois são de cunho genético, então podem ter pré-disposição ocasionado pelos seus pais.

Epilepsia

Terrier NorfolkTambém conhecida como convulsão frequente, esta doença aflige todos que tem algum tipo de atividade que não é comum no cérebro, causando descargas elétricas desconhecidas pelo corpo humano. O Terrier pode perder a consciência por um tempo até que o cérebro se restabeleça, enquanto se remexe incessantemente no chão.

Aqueles que bateram a cabeça têm mais facilidade em desenvolver quadros de convulsão, mas, no caso dos Terriers Norfolk, a origem é genética. Pai ou mãe podem ou não ser epiléticos, mas de toda forma carregam um gene recessivo desta doença.

Se o seu cãozinho passa por estes problemas, tendo no mínimo 1 convulsão por mês, passe no seu veterinário. Provavelmente, ele receitará um remédio anticonvulsivo, mas talvez ele dê outras opções, já que esta droga faz mal para o fígado e pode vir a desencadear outros tipos de problemas.

Alergias

Para nós humanos isso é muito normal. Temos alergia a alimentos, a ácaro e pós e a qualquer outro tipo de item, até mesmo material utilizado em roupas. Para os cães, as causas podem ser estas, mas boa parte advém dos pais.

Em alguns casos, o dono nem ao menos notará, pois passará despercebido. Em outras, o cão agonizará e é preciso que nós descubramos qual é o fator desencadeador do problema, retirando tudo que há de perto dele para ver se melhora ou levando a um veterinário para ser realizado exames.

Não é possível sumir com a alergia do cão, pois é genético e caminhará ao lado dele a vida inteira, entretanto é preciso controlar as crises alérgicas para evitar problemas mais graves.

Adestramento

Terrier NorfolkOs Terrier Norfolk são bem fáceis de serem treinados e adestrados. O ideal é que o dono comece a realizar tais atividades desde a infância do cão de forma a educá-lo para que cresça da melhor forma que auxilie o dono no dia a dia.

Além de treiná-lo para ser educado e viver em harmonia no seu ambiente residencial, vale a pena ensina-lo a ser o cão de guarda de casa e rastrear animais indesejados, como roedores. Você ganhará proteção extra com um cão que nasceu para estes fins.

Exercícios Físicos

Ele é ativo e muito alegre, gosta de correr e se divertir. Tire um pouco do seu dia para brincar com ele, assim você o afastará de depressões e problemas de saúde ligados a obesidade, hipertensão e diabetes.

Preço

Em São Paulo, existem dois canis que vendem um Norfolk Terrier. A média de preço deste cão é de 5 mil reais.

É indicado que você retire no local para evitar mais custos com transporte, além de evitar o cansaço do animal na viagem desgastante.

Ficha Técnica do Terrier Norfolk

Ficha Técnica do Terrier Norfolk
Nome Original Terrier Norfolk
País de Origem Reino Unido
Porte Pequeno
Utilização Caça
Cuidados Especiais Precisa de exercício fora de casa todos os dias
Características Físicas Cabeça: larga e pouco redonda. Olhos: profundos. Orelhas: caídas. Corpo: bastante curto e compacto.
Altura média Macho - 25 cm • Fêmea - 25 cm
Peso médio Macho - 5 a 7 kg • Fêmea - 5 a 7 kg
Expectativa de Vida 13 a 15 anos
Cor da Pelagem Ruiva, preta, castanha, grisalha e trigueira
Tipo da Pelagem Dura e eriçada
Temperamento Ativo, alegre, amigável, valente e inquieto

Postado em .


Pela Web

Comentários