Fofuxo.com

Spitz Alemão

Saiba tudo sobre este simpático cãozinho que conquistou o coração de pessoas ao redor do mundo, em todos os seus tamanhos e formatos.

Se você ver uma grande ou uma pequena bola de pelos caminhando por aí, é muito provável que seja mais um representante da raça Spitz Alemão. Nos últimos anos essa raça cresceu muito em termos de popularidade nos países da América Latina, especialmente no Brasil. Nada mal para um cão que teve a sua origem na Alemanha.

Existe até mesmo uma certa dificuldade em conseguir, em determinados casos, caracterizar algum cachorro como sendo da raça Splits, já que atualmente existem cinco variedades diferentes dele ao redor do mundo. Basicamente o que acaba tornando eles diferentes entre sí é o seu tamanho, já que origem e comportamento são traços em comuns em todos eles.

Spitz Alemão

Apesar dos dois tipos de Spitz mais comuns serem os menores, chamados de Anão ou Pequena e que também acabaram ficando conhecidos pelo nome de Lulu da Pomerânia, o Spitz também pode ser encontrado em tamanhos maiores. Mas realmente os citados anteriormente acabaram se popularizando muito aqui no Brasil, especialmente entre as pessoas que procuravam companhia para locais pequenos, como apartamentos.

Mas não é apenas o tamanho em si que vai definir se uma raça poderá ser considerada uma boa ou uma má companhia. Este pequeno notável também é um amigo exemplar, muito fiel e companheiro dos seus donos. E mesmo com o seu tamanho reduzido, não deixa de ser um animal extremamente ativo, que vai adorar uma boa brincadeira e que vai sentir falta quando não sair para dar passeios ao longo dos dias da semana.

Saiba mais sobre o Spitz Alemão e suas principais características.

Origem

Spitz Alemão

Ao olhar para a cara simpática de um Spitz muitas pessoas poderão pensar que se trata de um animal mais recente na classe evolutiva. Na verdade o Spitz acaba sendo considerado como um “Cão do tipo primitivo”. Esta classificação é feita por pesquisadores para identificar aqueles animais que ainda possuem traços muito particulares e significativos dos primeiros cães que surgiram pelo mundo.

Ao analisarmos as características físicas do animal podemos perceber que o Spitz possui uma série de particularidades vindas direta dos seus antepassados, os lobos. Especialmente a região do focinho, que é muito parecida com estes parentes selvagens, além do formato das orelhas e da cauda.

Todos estes elementos acabaram se tornando pistas importantes para que os pesquisadores conseguissem rastrear a origem da raça. Os cientistas ainda não conseguem precisar o momento exato do surgimento desta raça como nós a conhecemos, mas é muito provável que a origem do Spitz tenha acontecido em uma região conhecida como Pomerânia, localizada entre a Alemanha e a Polônia.

Segundo os levantamentos históricos feitos pelos pesquisadores, o Spitz acabou se tornando muito popular depois de ter sido adotado como o animal de estimação oficial da realeza por George III e sua esposa. A rainha Vitctória, que foi neta de George III acabou conhecendo a raça quando ainda era criança, e simplesmente se encantou com estes simpáticos animais, adotando eles para o resto da sua vida.

Com este grande destaque, os cães da raça Spitz Alemão acabaram se tornando ainda mais populares no século 19, já que toda família rica, ou que pelo menos tentava parecer rica, adotava um representante da raça. Neste mesmo século o Spitz acabou sendo aceito oficialmente pelo The Kennel Club.

Ao longo da história os pesquisadores conseguiram encontrar uma grande quantidade de personalidades que tiveram, pelo menos em algum momento da sua vida, um cão da raça Spitz Alemão. Constam na lista o pintor Michelangelo (reza a lenda que um Spitz Alemão acompanhou de perto todo o trabalho de pintura da capela Sistina), e os compositores Mozart e Chopin. O último inclusive acabou dedicando uma das suas valsas para a sua cadelinha desta raça.

Características

Spitz Alemão

O Spitz Alemão é uma raça que passeia entre a classificação de pequeno e de médio porte. Os cães mais comuns são os considerados “anões” ou “miniaturas”, chegando no máximo até os 22 centímetros. As outras variedades incluem o “standard”, que pode ir até os 40 centímetros, e o “gigante”, que pode medir até 60 centímetros. O peso dos cães que fazem parte desta raça pode variar de até 9 kg, nos casos dos menores, até 20 kg, no caso dos maiores.

Em algumas classificações o Spitz Alemão aparece em cinco variedades diferentes, sendo que a tabela de tamanhos fica desta forma:

  • Spitz Alemão Anão, até 22 cm;
  • Spitz Alemão Pequeno, até 29 cm;
  • Spitz Alemão Médio, de 30 a 38 cm;
  • Spitz Alemão Grande, de 42 a 50 cm; e
  • Spitz Alemão Gigante, de 50 a 60 cm.

Apesar desta variedade de tamanhos que pode ser encontrada dentro de uma mesma raça, algumas características físicas acabam chamando bastante a atenção. O seu corpo é sempre de um porte robusto e compacto. E mesmo que ele apresente uma espessa camada de pelos, este não é o tipo de cachorro que vai ficar “magrinho” quando passar pela tosa, por exemplo.

Uma outra característica que acaba sendo bastante marcante neste cão é o formato da sua cabeça. Se olharmos de cima ela vai parecer com uma espécie de triangulo, o que também pode ser percebido quando visto de lado. Mesmo assim a cabeça acaba sendo, na grande maioria dos casos, proporcional ao restante do corpo do animal.

As pessoas que conseguem ter contato com representantes desta raça nos seus primeiros dias de vida poderão perceber que a quantidade de pelos que nascem é muito grande se comparada ao tempo que eles levam para se formar. Nas primeiras emanas o Spitz Alemão já será uma “bolinha de pelos”, o que deverá continuar sendo para o resto da vida.

Como citamos anteriormente, algumas partes do Spitz Alemão lembram muito a dos lobos, especialmente a região do focinho. É possível perceber que pouco acabou mudando ao longo dos anos de evolução desta raça. A cauda também é muito parecida com os lobos em termos de formato, mas apresenta uma quantidade mais abunda de pelos.

Pelagem

Spitz Alemão

Os pelos, com certeza, acabam sendo um dos elementos que mais chamam a atenção nos integrantes da raça Spitz Alemão. E uma das primeiras coisas que acabam chamando a atenção é a grande quantidade de pelos que eles desenvolvem ao redor da área do pescoço, o que acaba dando a impressão que a cabeça dela seja menor do que realmente é.

A pelagem é bastante abundante desde as primeiras semanas de vida e vai exigir que o dono tenha alguns cuidados. Por isso uma grande dica para quem está começando a cuidar da raça é acostumar os pequenos desde cedo com o processo de escovação, caso contrário o animal poderá sofrer com nós ao longo da sua vida.

Entre o terceiro e o quarto mês de vida os cães da raça Spitz Alemão passam por uma intensa troca de pelos. Mas depois disso acabam perdendo poucos fios ao longo da sua vida, o que pode ser até mesmo considerado uma surpresa para as pessoas, já que existem raças de pelos mais curtos que acabam perdendo mais pelos dentro de casa do que o Spitz.

Em relação as cores dos pelos, a grande maioria dos integrantes desta raça apresentam uma coloração marrom ou laranja. Também são cores comuns nos cães de porte menor o cinza-logo, o preto e também o branco.

Os fios dos pelos do Spitz costumam ser lisos, longos e encorpados. Para manter estas características ao longo dos anos é importante que os donos utilizem produtos que sejam específicos para este tipo de pelagem.

Temperamento

Spitz Alemão

Se você está procurando um cachorro de companhia que realmente vai ser um companheiro para todas as horas, e não uma raça que simplesmente vai se acomodar no melhor canto do sofá e dormir durante o dia todo, então o Spitz Alemão poderá ser uma excelente escolha. Esta raça parece estar sempre de bem com a vida, disposto a brincadeiras. E quando não é provocado, costuma chamar o seu dono para a farra.

Apesar de ser um animal muito ativo, eles não costumam exigir muita atividade física na rua para gastar as suas energias. Um passeio leve e moderado por dia é mais do que suficiente para deixar o seu Spitz Alemão feliz. Mas é importante também que as pessoas saibam que ele vai exigir atenção ao longo do dia, especialmente depois de ficar muito tempo sozinho dentro de casa ou do apartamento.

Uma característica comportamental deste cão que pode trazer alguns problemas, especialmente para os que moram em apartamento, é o fato deles gostarem muito de latir. Esta raça costuma latir bastante e por qualquer motivo. Como são cães sempre atentos e com uma excelente audição, uma vez que o formato das suas orelhas é propício para isso, latem sempre quando alguém estranho chega por perto. Pode ser uma dica oferecer algum tipo de treino para que estes latidos sejam controlados.

Apesar de não serem considerados os cães mais inteligentes do mundo, a raça não decepciona nas pesquisas, quase sempre aparecendo no topo de cima quando o assunto é capacidade de aprendizado. Por isso o adestramento pode ser útil e extremamente eficiente.

Habilidades

Spitz Alemão

Como são cães que costumam estar sempre atentos a tudo o que acontece na sua volta, acabam se tornando excelentes cães para as pessoas que gostam de ter sinais quando alguma coisa está acontecendo de errado na sua casa ou até mesmo no seu apartamento. Mesmo quando estão dormindo, estes cães costumam se despertar rapidamente sempre que percebem algo que foge do rotineiro.

Saúde

Diferentemente de alguns cachorros de pequeno ou de médio porte que são voltados a companhia, o Spitz Alemão pode ser considerado um animal bastante resistente. A expectativa de vida dele gira em torno dos 15 anos de vida, sendo que são muitos os que passam tranquilamente, chegando aos 17 ou 18 anos.

Ao longo da sua vida, este cão costuma apresentar poucos problemas de saúde, especialmente quando é bem tratado pelos seus donos e quando moram em locais fechados, como em apartamento.

Apenas é importante que os donos tomem alguns cuidados com as versões menores do Spitz, que podem apresentar algumas fragilidades em decorrência justamente desta sua estrutura óssea, que acaba sendo mais frágil.

A luxação da patela, por exemplo, pode ser bastante comum nesta raça. Trata-se de um osso conhecido como rótula e que está localizado na estrutura óssea das pernas dos cães. A luxação pode acontecer quando o animal acaba forçando de forma inadequada seus membros inferiores. Ele pode saltar de uma distância ou de uma altura muito longa, por exemplo, e acabar apresentando o problema. Em alguns casos uma simples brincadeira pode acabar levando a luxação. Portanto é importante tomar cuidado com os movimentos feitos especialmente pelos exemplares de menor porte.

Spitz Alemão

Outros problemas que são registrados com uma maior frequência nos cães da raça Spitz são os relacionados aos dentes. Em alguns casos os dentes de leite simplesmente não caem depois dos seis meses de vida, o que pode acabar impedindo o desenvolvimento dos dentes definitivos. Quando acontece este tipo de problema, é preciso a intervenção de um veterinário.

As dermatites também podem aparecer, especialmente por causa da grande quantidade de pelos presentes nos animais desta raça. É importante que os donos tomem todos os cuidados, evitando sempre que o animal fique com os pelos úmidos por muito tempo, por exemplo. Também é importante ficar atento sempre que o cão começar a se coçar, já que a espessa camada de pelos pode impedir que o dono consiga visualizar algum problema de pele que pode estar se desenvolvendo. 

Ficha Técnica do Spitz Alemão

Ficha Técnica do Spitz Alemão
Nome Original Deutscher Spitz
País de Origem Alemanha
Porte Pequeno
Utilização Guarda e companhia
Cuidados Especiais Apenas algumas escovações
Altura média Macho - 30 a 35 cm • Fêmea - 28 a 33 cm
Peso médio Macho - 15 a 25 kg • Fêmea - 12 a 22 kg
Expectativa de Vida 12 a 14 anos
Cor da Pelagem Castanho avermelhado, amarelo avermelhado
Tipo da Pelagem Duas camadas: a subcamada é suave e de lã e a camada externa é lisa, de textura áspera
Temperamento Dócil, Desconfiado com estranhos

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários