Fofuxo.com

São Bernardo

De grande porte, esta raça oferece ótima guarda e companhia também. Veja suas características, fotos e ficha técnica completa.

O São Bernardo é um cão pertencente ao segundo grupo de cães de trabalho, considerado um cão forte, de peito bastante arqueado, ombros largos e um excelente cão de guarda e salvamento.

É um cão muito utilizado para companhia, adora crianças, respeita o seu dono e as pessoas mais velhas. Bastante fiel é devotado à família, muito tranquilo e ainda gosta de participar de todas a atividades.

São Bernardo

Do contrário que muitas pessoas pensam, o São Bernardo não é um cão de difícil manutenção. Apesar de ser considerado um cão que precisa de exercícios diários, mesmo depois de adulto, ele não necessita de muito espaço. Com isto um bom passeio de coleira já trará a dose ideal de exercícios para o cão. Mesmo aquelas pessoas que possuem um grande pátio dentro de casa o ideal é sair para dar uma volta com o cão para as crianças é diversão na certa, é um grande amigo, muito bem-humorado e adora uma boa brincadeira.

Apesar de ser um cão propenso a novas amizades, na ausência de seu dono procura sempre defender seu território, procurando inclusive afastar qualquer pessoa que ele não conheça. E, por incrível que possa parecer, esta raça adorável pode se transformar em um cão feroz quando alguma pessoa da sua família sofre alguma ameaça ou ainda quando existe alguma tentativa de invasão do território enquanto as pessoas não estão em casa.

Conheça um pouco mais a seguir sobre o São Bernardo.

Origem

São BernardoOs monges desde cedo apreciavam as qualidades natas daqueles cães que atuavam em socorro nas áreas de neve e durante os últimos quatro séculos puderam cuidar de sua criação e oferecer seus ensinamentos.

Com sua incrível capacidade de olfato, o que lhe permitia detectar o cheiro das vítimas sepultadas debaixo da neve a metros de profundidade. O cão também possui o senso bastante misterioso de conseguir encontrar sobre a neve e em condições mais adversas pessoas que estão perdidas há mais de 200 metros de distância.

O grande sentido de orientação permitia que os cães regressassem aos mosteiros no meio de grandes tempestades e em caminhos completamente tapados pela neve.

Existem teorias que são difíceis de provar sobre estes cães, porém a mais credível é a que confere a origem tibetana. De acordo com Pierre Mégnin, o Grande Tibetano ou também o Pesado Tibetano como era chamado o São Bernardo apareceu na Assíria no ano de 2000 A.C.

No museu britânico inclusive existe uma escultura em baixo relevo do século VII A.C. onde aparece pela primeira vez o Grande Tibetano, um cão com uma cabeça poderosa, muito forte, ossos grandes e muito robusto.

Marco Polo também cita o cão em uma de suas viagens, dizendo que no ano de 1295 quando visitar a Corte do Gran de Mongol ficou cara a cara com um cão de grande porte, do tamanho de um burro, e que utilizavam nas montanhas do Himalaia como cães de guarda.

Outras personalidades citam o cão, como Aristóteles, que definiu o São Bernardo como o defensor de terras de grande potência que lutava como um tigre. Existem citações onde pessoas teriam visto cães com tamanho maior de 1,60 metros. No ano de 1897 o alemão Siber, escreveu pela primeira vez um livro que descreveria este molosso. Mas a grande pergunta e ainda sem resposta é como teria aparecido esta raça?

Características

São BernardoOs cães da raça São Bernardo, são animais de grande porte, de origem sueca. Podem pesar equivalentes a 70 a 90 quilos no caso do macho.

Existem, porém duas variedades desta raça, um de pelagem curta ou comprida.

Possuem uma estrutura muscular muito forte e desenvolvida. As orelhas são muito caracteristicas, com um tamanho maior do que a maioria das demais raças, além de terem um formato trangular.

A cor de sua pelagem mais comum é o branco, com uma capa ferrugem nas costas, manchas pretas na região dos olhos e nas orelhas.

Existem duas variações da raça, que são os São Bernardos de pelo longo e os de pelo curto. Ambos os cães possuem uma dupla pelagem, com a diferença de que nos primeiros existe uma pelagem longa na maior parte do seu corpo, esta se mostra lisa ou também ondulada.

Existem ainda exemplares da raça que apresentam variações de vermelho e branco, bem como marrom. Sevem apresentar manchas brancas nas suas patas, na ponta de sua cauda, na linha superior do focinho, na sua testa em nuca. É bastante comum se encontrar o chamado colar, que é uma coloração escura ou totalmente clara em torno de seu pescoço.

Pelagem

São BernardoA variedade de pelos de um São Bernardo é bastante diferenciada, existe a variedade de pelo curto que conta com uma pelagem dupla, um pelo de cobertura denso, liso e ainda bem assente e rude, subpelos abundantes, ligeiros culotes nas coxas e uma pelagem densa na cauda.

A variedade de pelo longo possui pelos de cobertura retos, de comprimento médio, subpelos abundantes na região das ancas e também sobre a sua garupa. Seu pelo é geralmente um pouco ondulado. Possui os culotes bem cheios nas coxas, franjas nos membros anteriores e pelos curtos na face e orelhas, contando com uma cauda emplumada.

As cores permitidas para o cão são o branco, com placas maiores ou menores em marrom avermelhado, fazendo com que o cão seja matizado, até formar um manto contínuo em seu dorso e flancos, originando um cão mantado, o manto manchado marcado de branco também poderá ser equivalente.

As marcas brancas são encontradas nos pelos do peito e da nuca e suas patas na extremidade da cauda, lista no canal nasal que se prolonga na cabeça passando pelos olhos e a faixa em torno do focinho.

É bastante almejado pelos criadores cães de colar branco e máscara escura simétrica.

Temperamento

São BernardoDevido a ração de sua função original, o São Bernardo se destaca por sua grande docilidade. De acordo com dados divulgados recentemente, esta é a raça de todos os cães mais sociável com estranhos. Esta afirmação é baseada na comparação com outras raças quanto à reação do cão à invasão de territórios.

De acordo com os estudos, enquanto o Mastiff ataca em 50 a 75% dos casos que seu território é invadido, o São Bernardo realiza isto apenas em 25% das vezes.

Apesar disto o São Bernardo é utilizado como cão de guarda devido sua excelente capacidade de dar alarme e contar com um porte gigantesco que acaba desestimulando a entrada de pessoas que não são autorizadas a estarem naquele espaço.

E justamente por ser um cão bastante pesado, é importante que ele receba treinamentos para obediência desde cedo, pois o controlar depois de adulto pesando mais de 90 kg não é uma tarefa muito fácil de fazer.

Para que a raça se desenvolva de forma adequada, ele precisa de muito espaço para se movimentar, principalmente de contato com as pessoas da casa. Não é um cão que possa ser deixado simplesmente no fundo do quintal.

Habilidades

Como habilidades o São Bernardo é um excelente cão de guarda, quando não está na presença de seu dono e se sente sozinho, procura estar sempre em alerta. E conforme seus exemplares ancestrais ele ainda possui suas inclinações para salvamento principalmente para acidentes na neve. Nos mosteiros os cães atualmente só são utilizados pela tradição e perderam a sua função inicial.

Saúde

São BernardoOs problemas mais comuns aos São Bernardos são principalmente relativos ao seu porte físico, dentre eles está a displasia coxo femural, o que nada mais é do que uma má formação do encaixe da cabeça do fêmur com a bacia. O clube da raça trabalha pelo controle do problema e para poder cruzar um são Bernardo é preciso se ter uma autorização somente depois que o cão é examinado por três juízes e suas radiografias são analisadas é que ele poderá se reproduzir.

Câncer ósseo poderá também afetar os cães da raça São Bernardo a partir dos cinco anos. Estima-se que esta condição seja fruto de uma carga hereditária aliada a conformação óssea da raça. Como sintomas comuns estão a dor e inatividade, que aparecem como um estado adiantado da doença.

Outro problema que pode acontecer com o cão da raça São Bernardo em função de seu tamanho é a torção gástrica.

Para que se possa prevenir este tipo de problema é muito importante que o cão não receba toda a comida do dia de uma vez só, o que pode ser feito é evitar esforços físicos após as refeições.

Algumas linhagens apresentam problemas relativos a epilepsia, mal genético sem cura que provoca convulsões e poderá ser controlado com medicamentos. Costuma acontecer esta situação após 3 anos de idade. É recomendado não se reproduzir cães que sejam portadores de males hereditários para que não disseminem problemas sérios.

Ficha Técnica do São Bernardo

Ficha Técnica do São Bernardo
Nome Original São Bernardo
País de Origem Suíça
Porte Grande
Utilização Guarda
Cuidados Especiais Precisa de exercícios diários e de muito espaço para se movimentar.
Características Físicas Cabeça: muito forte e imponente. Olhos: tamanho médio, marrom escuro. Orelhas: grandes, triangulares e ainda pendentes.
Altura média Macho - 70 cm • Fêmea - 65 cm
Peso médio Macho - 75 a 100 kg • Fêmea - 65 a 85 kg
Expectativa de Vida 14 anos
Cor da Pelagem Branca (com uma capa ferrugem nas costas, machas pretas na região dos olhos e orelhas).
Tipo da Pelagem Curta, densa, lisa e comprida.
Temperamento Amigável, bem-humorado, leal, ativo e vigilante.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários