Fofuxo.com

Saluki

A raça mais rara do mundo! Veja fotos, características físicas e temperamento, ficha técnica e mais...

O Saluki é um cão para criação bastante interessante, e segundo diversas revistas especializadas no assunto, é o cão mais caro do mundo. Ele não é apenas um rostinho bonito e exótico, simplesmente é uma das raças mais antigas existentes no planeta. O cão é fruto do cruzamento entre cães galgos, egípcios e asiáticos. Vale lembrar que o padrão de sua raça veio do antigo Egito.

A raça é tão antiga, que pode ser a mais velha de cães domesticados do mundo, foram encontrados diversos afrescos e ainda desenhos com inscrições mostrando a grande importância deste cão para a antiguidade, tanto que era até mesmo tratado como um Deus em civilizações como a suméria e a egípcia.

Saluki

O cão desta raça eram mumificados muitas vezes ao lado dos faraós. Mostrando como eram estimados nesta época. Por isso conheça um pouco mais a seguir sobre o cão Saluki.

Origem

SalukiOs cães da raça Saluki, são exemplares da raça mais antiga de cães que se tem notícia. Seu nome não possui uma origem clara, mas sim muitas teorias.

Alguns linguistas concordam que a palavra Saluqui, em árabe é um adjetivo se referindo a um indivíduo que era chamado de Sir Terence Clark.

Existem diversos relatórios referentes a quatro possíveis locais originários do Saluqui, incluindo as regiões dos países atualmente Iêmen, Iraque e também Turquia.

Os cães desta raça muitas vezes são referidos com a expressão Tazi, que significa correr em áreas curtas.

Existem ainda dois lugares com nomes semelhantes no noroeste do Irã, próximos de outros locais mencionados nos relatórios oficiais de Clark.

De acordo com a ciência moderna, o Saluki é originário do leste da China, apesar disto não se tem uma real dimensão de sua origem.

Todos os cães começaram a se expandir devido a chamada Rota da Seda, sua presença era reconhecida por todas as pessoas, e aos poucos o cão era domesticado. Em muitas esculturas de culturas antigas é possível se encontrar sua imagem realizando caças de animais muito maiores do que ele.

Existem relatos e ilustrações de Salukis bem como outros cães e falcões que acompanhavam caçadores perseguindo os persas em torno de 8 a 10 mil A.C. Recentes escavações realizadas do império sumério mostram o Saluki como um exemplar também comum na região. Suas imagens enfeitam diversos locais como cerâmicas, tumbas entre vários outros locais. As várias tribos nômades difundiram a raça em todo o Oriente Médio, a partir da Pérsia e do Egito, para o leste até o Afeganistão e Índia além de diversas outras regiões do mundo.

A raça aos poucos foi trazida para a Europa a partir do século 12, com tropas que retornavam das Cruzadas no Oriente Médio, como prova viva da peregrinação. Um cão bastante peculiar e documentado é o cão Gazelle, destaque de uma pintura de Henrique IV, duque da Saxônia, pintado em 1514, por Lucas Cranach, o Velho. Na ilustração o cão utiliza um colar decorado com uma concha, que era um distintivo do peregrino.

A partir da segunda guerra mundial, o cão passou a ser difundido no mundo inteiro, principalmente nos Estados Unidos, e assim o cão se tornou muito conhecido e querido por treinadores em toda a América onde o animal era valorizado como um cão de guarda.

Características

SalakiOs Salukis são cães diferenciados acima de tudo. A limpza deste cão é algo notável, bem como o fato de não soltarem muitos pelos. Além disso, também chamam muito atenção na rua por ser um cão muito bonito. É um cão bastante diferente, possuem pernas finas e longas, um dorso arqueado que exibe costelas.

São cães que adoram conforto, dormir em camas ou sofás é seu ponto forte, pois não gostam de dormir no chão.

Os Salukis são considerados caçadores com milhares de anos de experiência. O cão desta raça possui um porte médio, temperamento muito forte e independente. Costumam ser cães com características peculiares. Não gostam de muitos mimos e não atendem a chamados ou ordens de qualquer pessoa, a não ser que seja sobre algo que possa lhe interessar. Correm atrás de qualquer coisa que se mova e por este motivo não são confiáveis para se deixar seu coleira, além disto, são muito rápidos e difíceis de pegar.

São cães muito amáveis, entram na sua vida e certamente se tornam muito importantes. Apesar de não demonstrarem todo o instante este interesse, os Salukis são muito ligados a seus donos. Por serem cães bastante sensíveis não toleram repreensões que sejam agressivas.

Pelagem

SalukiSua pelagem deverá contar com uma textura sedosa e deve ser suave, possui franjas características nos membros e na parte traseira de suas coxas, franjas na sua garganta que aparecem principalmente em exemplares de cães adultos. Os filhotes poderão ter ligeiras franjas nas coxas e nos ombros. A variedade do cão de pelo curto não possui franjas.

Quanto às cores encontradas, é possível se visualizar tons de branco, isabela, bege, dourado, vermelho, cinza e castanho, cães com aspecto tricolor, como branco, preto e castanho, bem como preto e castanho de todas as variedades podem ser encontrados e inclusive aceitos.

Temperamento

SalukiHistoricamente os Salukis eram utilizados por tribos nômades para caça. Principalmente de animais como gazelas, lebres, raposas e chacais. Em um método de caça beduíno para lebres, utilizado para matar os animais envolvia a utilização de um falcão para arrancar os olhos da presa, de forma que o saluki pudesse derrubar o animal cego e ele acabar sendo abatido.

Um verdadeiro Saluki possui ainda suas qualidades de cães de caça e podem inclusive parecer reservados com estranhos. Uma raça bastante independente e distante, apesar disto muito gentil e afetuoso. Podem ser considerados difíceis de treinar e qualquer tipo de treinamento realizado com estes cães deve ser gentil e paciente.

Os cães desta raça poderão se entediar facilmente, por este motivo não devem ser deixados em casa sozinhos por longos períodos. É um cão sensível e inteligente, nunca deverá ser treinado utilizando força ou métodos severos. Normalmente não gosta de jogos violentos ou jogos de cães típicos como o arremesso de objetos para que ele busque.

Uma socialização precoce é necessária, pois o cão desta raça é muito tímido, e quando adulto poderá se tornar mais ainda, devido aos seus instintos de caça se tornam propensos a perseguir objetos que estiverem em movimento.

Habilidades

Os Salukis mesmo morando em residências costumam ainda contar com características de cães de caça, procurando por pequenos animais, possuem um grande salto e ainda uma facilidade imensa de correr. É um cão que já figurou as páginas do Guiness Book como o cão mais rápido do mundo, devido a ter seus pés acolchoados e pesados e a sua estrutura física ser leve, acaba absorvendo impactos em seu corpo, atingindo assim uma resistência notável no que diz a ataques e corridas.

Saúde

SalukiPor ser um cão de grande porte o Saluki possui a condição de displasia da anca, apesar disto em casos muito raros. A principal causa da morte diagnosticada nos cães foi por câncer, normalmente acontecendo no estômago e fígado. Sua causa secundária de morte é de origem cardiovascular, como a insuficiência cardíaca ou as cardiopatias não especificadas, a velhice também é listada como uma terceira das causas mais frequentes de sua morte.

Os cães apesar de em alguns casos sofrerem dos problemas listados acima não requerem cuidados especiais e não são sensíveis. É possível tranquilamente criar o cão em jardins cercados com muros de pelo menos dois metros de altura, já que o cão costuma pular muito alto. É importante também que seus donos estejam preparados para caminhar sempre com o cão e achar uma área que seja segura para soltá-lo com a ideia de que ele possa dar uma corridinha regular. Os passeios com o cão de forma alguma deverão ser feitos sem coleira, pois deverão ir atrás de qualquer coisa que possa se mover.

A média de vida deste cão é longa, podendo chegar a 14 anos de idade, e em alguns casos relatados existem cães que chegaram até mesmo a 17 anos. A maior causa de sua morte principalmente nas cidades são os atropelamentos, já que o cão é disperso ao atravessar a rua.

Por ser um bom atleta o Saluki conta com uma frequência cardíaca mais baixa, e pouca gordura em seu corpo, devendo assim se ter cuidado nas dosagens de anestesia caso seja preciso realizar algum tipo de cirurgia, pois poderá ser algo fatal para o cão.

Os cães da raça poderão ainda reagir de forma anormal e perigosa com alguns medicamentos, principalmente sulfas e anestésicos, é muito importante se certificar que o veterinário possa conhecer todas as particularidades dos Galgos, principalmente dos Salukis.

Os Salukis ainda possuem uma tendência ao tártaro, sendo que é mutio recomendado que os donos escovem seus dentes, mas é necessário fazer isso desde filhote para que ele se acostume e também é recomendado dar ossos para que ele possa roer auxiliam muito o cão nesta limpeza.

Demais cuidados como banhos quando necessário e uma limpeza semanal no ouvido também são importantes. Quanto á escovação de seus pelos uma dica interessante é passar escovas de cerdas macias nas franjas e luvas de borracha no restante do corpo.

Ficha Técnica do Saluki

Ficha Técnica do Saluki
Nome Original Saluki
País de Origem China
Porte Grande
Utilização Caça
Cuidados Especiais Não devem ser deixados em casa sozinhos por longos períodos.
Características Físicas Cabeça: achatada e comprida. Orelhas: compridas caindo ao lado da cabeça.
Altura média Macho - 66 a 80 cm • Fêmea - 66 a 80 cm
Peso médio Macho - 18 a 30 kg • Fêmea - 18 a 30 kg
Expectativa de Vida 12 a 14 anos
Cor da Pelagem Branca, isabela, bege, dourada, vermelha, cinza e castanho.
Tipo da Pelagem Sedoso e suave
Temperamento Gentil, afetuoso, sensível e inteligente.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários