Fofuxo.com

Rottweiler

Veja tudo sobre a raça Rottweiler. Origem, história, pelagem, temperamento, galeria de fotos. Ficha técnica completa.

O Rottweiler é um cão que precisa se exercitar muito, sendo que é muito trabalhador. Por se tratar de uma raça que amadurece muito lentamente, é um cão que exige do dono muita paciência e consistência, especialmente para quem terá como tarefa treinar o cachorro, já que ele costuma aprender um pouco mais devagar do que a maioria das outras raças.

O cão da raça Rottweiler precisa contar com um condutor que seja justo e firme, capaz de entender como manter a motivação e a calma enquanto estiver treinando o seu cão. O cão poderá tomar dois caminhos em relação ao seu treinamento. Poderá ser treinado mais voltado para brincadeiras e como um cão de companhia, ou pode ser treinado para ser um cão de caça e bravo.

Rottweiler

Conheça a seguir um pouco mais sobre este cão tão encantador que agrada pessoas de todas as idades.

História

RottweilerAs origens deste cão são bastante remotas e existem várias hipóteses que podem ser consideradas. Muitos indícios apontam que o cão da raça Rottweiler é de criação exclusivamente germânica, tendo a cidade de Rottweil como a origem do nome da raça. O Rottweiler teria sido uma raça originária do Mastim do Tibet, que chegou à Alemanha através dos romanos.

Os cães da raça datam o século I D.C, mesma época em que as tropas romanas realizavam longas expedições de conquista e para isto utilizavam os cães considerados como boiadeiros, como o Mastim do Tibet, para cuidar deste rebanho que iria servir de alimento para os soldados.

Em uma destas expedições chegaram a um ponto onde hoje é o sul da Alemanha, nas margens do rio Neckar. Foi nesta região que ele surgiu a atual cidade de Rottweil, onde o Rottweiler herdou o nome de Metzgerhund Rottweil “Cão de Açougueiro de Rottweil”, devido a cidade ser um importante centro de comércio de gado, em meados do século XII. Posteriormente seu nome foi abreviado para o cão de Rottweil” em alemão, Rottweiler. Continuou sendo utilizado com um cão de boiadeiro e cão de tração até meados do século XIX.

Com a finalização do comércio existente de gado na cidade de Rottweil e o advento das rodovias esta raça esteve muito próxima de ser extinta. Apesar disto graças as suas qualidades físicas, elevadas a sua inteligência, seu caráter considerado firme, temperamento forte e sua coragem frente aos perigos, o tornaram um cão ideal para o serviço policial.

Aos poucos também foram surgindo clubes dedicados à preservação desta raça, e a partir de julho de 1921 foi fundado o chamado Deutcher Rottweiler Klub (ADRK), clube que até hoje se utiliza do padrão alemão da raça.

Contando com tantas virtudes, o Rottweiler logo pode conquistar admiradores pelo mundo inteiro. Chegando aos Estados Unidos ainda na década de 30 e sendo reconhecido pelo American Kennel Club em 1935. Pouco tempo depois o cão conquistou também o mais antigo clube cinófilo do mundo, o The Kennel Club, na Inglaterra, em 1936.

No Brasil o cão surgiu apenas a partir da década de 70, no estado do Rio de Janeiro e aos poucos foi se espalhando pelo país. Hoje o estado do Rio de Janeiro ainda é considerado um dos mais importantes centros de criação da espécie, ao lado de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Características


RottweilerO Rottweiler é um cão de porte médio, possui uma estrutura corporal robusta e também bastante musculosa.

Possui um tempo médio de vida aproximado entre 10 a 12 anos. Conta com muita força na sua mandíbula sendo que a mordida deste cão é algo extremamente poderoso.

Geralmente a cabeça dos cães desta raça são compostas por um crânio robusto e um formato quadrado, porém acentuado e musculoso.

Seus olhos devem ser de tamanho médio e amendoados, caso tenha stop excessivo o cão terá olhos frontais demais e redondos na maioria dos casos.

Suas pálpebras devem estar bem ajustadas. E cães operados de entropia nunca ficam com as pálpebras corretamente ajustadas.

A coloração de seus olhos deverá ser escura, e o avaliador deverá observar ainda cuidadosamente cães que apresentem olhos escuros com uma auréola amarelada ao redor. Devendo considerar a possibilidade de ter sido utilizado um dilatador de pupila no cão devido a sua coloração incorreta. Este é um artifício bastante utilizado na cinofilia brasileira.

As pálpebras caídas prejudicam a expressão do cão e geralmente é comum em cães que apresentarem a pele da cabeça em excesso, muito grossa ou muito solta, característica que deve ser observada, porém não é algo eliminatório para o cão.

Pelagem

A pelagem da raça costuma ser curta e densa, de pelo reto, sem subpelo no pescoço, possui pelos de tamanho mais longo apenas nos membros anteriores, posteriores e na cauda, enquanto que no restante do corpo possuem uma pelagem mais curta e bem aderente.

Temperamento

RottweilerOs cães da raça Rottweiler possuem um temperamento bastante calmo, confiante e corajoso, graças a esta autoconfiança ele espera para ver as atitudes do ambiente para depois responder. Ele não se presta a amizades imediatas e indiscriminadas. Os cães desta raça são conhecidos como excelentes cachorros de guarda, devido ao seu desejo de proteger a casa e as famílias.

São cães muito inteligentes, capazes de se adaptar a ambientes diversos e possuem uma forte vontade de trabalhar, se tornando uma raça adequada para acompanhar pessoas e ser guardião de propriedades.

O Rottweiler, por ser um cão muito autoconfiante, exige bastante de seu dono. Na verdade, esta é uma raça que precisa de mais do que um dono, um líder. E para alcançar este status com o cão, é preciso o disciplinar desde pequeno. Para isto é muito importante também que exista um ambiente amplo e limpo no qual ele possa desenvolver as atividades físicas, além de incentivar um constante contato do Rottweiler com outras pessoas ou outros animais. Desta forma, irá manifestar excelentes resultados em sua educação, desenvolvendo uma boa personalidade e vai acabar apresentando uma menor quantidade de problemas em relação ao seu possível temperamento explosivo.

Os cruzamentos realizados entre cães da raça devem ser selecionados cuidadosamente, optando sempre por reproduzir cães que possuam um temperamento equilibrado para evitar ninhadas temperamentais.

Habilidades

RottweilerPor poder se tornar um cão feroz e ter um temperamento forte, precisa muitas vezes ser reprimido, e devido ao seu porte forte precisa exercitar seus músculos, por isso ter um grande quintal para que ele corra e faça a sua patrulha já que é um bom cão de guarda é uma excelente alternativa.

São muito ativos dentro de casa, por isso precisam de muito exercício fora de casa. É interessante se contar com um quintal sempre cercado, já que a raça ama passear por longas jornadas e pode acabar fugindo. Naturalmente ele irá estranhar pessoas desconhecidas, porém deve ser estimulado a não ter este tipo de comportamento. É um cão considerado inteligente e pouco agressivo, apesar de ter habilidades de um excelente cão de alerta e de guarda.

É um cão bastante leal, afeiçoado com sua família, possui uma grande paciência com as crianças desde que criado junto com elas, além de ser uma excelente companhia. É um cão muito inteligente, obediente, possui um grande potencial para realizar várias funções como cão policial e cão de guarda. Trata-se de um cão equilibrado e que possui um forte instinto territorial, apesar disto é tranquilo, robusto, e principalmente muito dedicado para a sua família. Seu amadurecimento psíquico acontece apenas depois de dois anos de idade.

Saúde

RottweilerO animal deve ser alimentado com rações que sejam balanceadas, indicadas de acordo com a sua atividade e seu estado de saúde, não devendo assim o animal ser alimentado em excesso para evitar a obesidade.

As fêmeas gestantes deverão receber uma alimentação ideal para boa formação dos filhotes e sua manutenção.

É importante que seja feito um controle e diagnóstico precoce de Displasia Coxo-femural, no cão desde pequeno, para que ele não sofra deste problema em sua vida adulta, devem ser realizados exames frequentes, e se conhecer seus pais para que se possa traçar um histórico quanto à presença de outras doenças. Algumas são passadas geneticamente, e outras podem ser adquiridas quando o animal é submetido a esforços físicos em excesso que poderão inclusive comprometer as articulações quando o animai se apoiar em pisos lisos por exemplo.

Não existe a necessidade de se realizar uma suplementação vitamínica sem a indicação de um bom médico veterinário. O animal ainda deverá passar por consultas nos veterinários pelo menos uma vez ao ano para reforço de vacinas, vermifugação e controle das doenças citadas acima.


Você também vai querer ver...

Comentários

Mais Raças de Cachorros