Fofuxo.com

Perdigueiro

Veja tudo sobre a raça Perdigueiro. Origem, história, pelagem, temperamento, galeria de fotos. Ficha técnica completa.

O Perdigueiro é uma raça de cão considerada caçadora, os exemplares da raça costumam ser extremamente ativos e muito habilidosos. É uma raça que realmente gosta de ver o seu dono feliz.

O cão Perdigueiro fica estático quando os animais que costumam caçar o que lhe despertam uma atividade sensorial ficam parados como uma estátua, uma característica típica dos Perdigueiros.

Perdigueiro

Além disto, eles costumam fixar o olhar, as orelhas ficam em posição de escuta, cabeça imóvel e ainda cauda reta.

É um cão resistente, forte de aspecto vivaz e muito sociável, bastante apto para funções de caça, mas não deixa de ser obediente e afetivo.  É um cão de grande porte, tem um focinho longo, largo olhos cheios sempre de cor escura.

O Cão Perdigueiro possui aparência mediana, bem construída e harmoniosa com elasticidade nos seus movimentos. O cão Perdigueiro é um cão submisso, muito afetivo, sociável, mas às vezes pode ter uma certa dificuldade de se socializar com outros animais de raças diferentes.

Conheça a seguir algumas características interessantes do padrão oficial do Perdigueiro, sua história e por que ter este cão para criar na sua casa.

Origem

PerdigueiroEste cão considerado um caçador nato, fazendo parte da cultura, história e arte de um povo. O cão é originário das regiões da Europa próximas a Portugal. Era um cão bastante utilizado em caçadas, porém apenas pelo topo de hierarquia social da época, como a realeza e a nobreza, sendo assim extremamente restrito ao povo.

É uma das raças mais antigas e mais populares do mundo. Sua evolução vem de vários fatores, como a adaptação ao clima, tipos de caça, terrenos e seleções introduzidas através de uma chamada especificidade cultural.

Era criado no século XIV nos canis reais, como cão de caça de altaria. Quando passou a se chamar Perdigueiro se tornou um cão de caça muito popular entre as classes mais baixas. A partir do século XVIII muitas famílias inglesas puderam estabelecer a presença na região do Porto com negócios de produção de vinho e peixe, que fizeram com que muitas pessoas pudessem ter contato com a raça sendo levada para a Inglaterra onde teve um papel muito importante na origem do chamado pointer inglês.

Apesar disto, durante o século XIX, quando Portugal atravessou um período de grande dificuldade social, a raça começou a ter um declínio progressivo. Foi somente a partir de 1920 que alguns criadores fizeram um esforço para salvar a raça, localizando apenas alguns exemplares no inacessível norte de Portugal. O cão durante toda a sua história teve sempre a mesma cabeça quadrada, orelhas triangulares e ainda aspecto compacto característicos.

Características

PerdigueiroÉ bastante ágil, e se movimenta com passos fáceis atingindo até mesmo locais mais difíceis, adaptável a terrenos variados, com diferentes climas e ainda tipos de raças.

Sua cabeça é de tamanho proporcional em relação ao seu corpo, dando pelo seu formato uma impressão de maior grandeza, quando apreciada em uma visão de conjunto. Costuma ser um pouco grossa, mas não muito ossuda nem mesmo carnuda. Costuma ser revestida de pele flácida e fina que não enrugue ou quando por acaso as rugas aparecerem devem ser pouco acentuadas.

Vista de frente sua cabeça deverá dar a impressão de ser quadrada, retilínea de perfil, com um stop bem visível, e desigualmente situado em relação ao occipital e a ponta do focinho. Sua cabeça é bem colocada ficando em uma boa união com o pescoço, o que deverá lhe permitir movimentos que sejam fáceis e até mesmo elegantes.

De boa conformação e proporcionalmente harmônica em suas dimensões, a cabeça do cão vista de frente, deve apresentar uma linha ideal que a contorne e passe ao nível dos ângulos internos dos olhos, com uma nítida separação de focinho e das regiões de crânio bem como faciais.

Seu focinho deve contar com uma cana nasal reta, com largura adequada e planta em todo o seu comprimento. A sua conexão com a face é bem marcada.

Pelagem

A pelagem característica do Perdigueiro costuma ser curta, bem assentada, um pouco rígida e densa. Sendo assim distribuídos naturalmente por todo o corpo e quase que por igual, exceto nas axilas, as virilhas e partes genitais onde seus pelos são mais ralos e também suaves. O pelo do perdigueiro é mais fino e raso na cabeça, principalmente em suas orelhas, onde é mais suave no tato dando assim a impressão de serem bastante aveludadas. O perdigueiro não conta com subpelos, e sua cor é amarelo e marrom unicolor, com manchas brancas, não são caracterizadas como de sua raça outras cores.

Temperamento

PerdigueiroO Perdigueiro é um cão extremamente meigo e afetivo, sempre dotado de grandes capacidades de entrega aos seus donos além de ser muito resistente. É um cão muito calmo e bastante sociável, um pouco petulante com relação às outras raças, mas não deixa de ser amoroso.

O cão conta com uma passada fácil e elegante, consegue ser um cão polivalente, sendo muito adaptável a diversos terrenos e climas.

Sua expressão inteligente e cheia de vivacidade surge sempre associada a um temperamento de um cão mais calmo, sociável, meigo e afetuoso. São as qualidades de caçador que costumam melhor definir o seu caráter.

Com todas estas características, o Perdigueiro realmente se mostra como um excelente cão para companhia, principalmente para grandes famílias. As crianças podem ser deixadas tranquilamente com esta raça, pois mesmo que ela seja de tamanho um pouco avantajado, raramente é adepto a movimentos bruscos a ponto de machucar alguma criança.

Existe uma leve tendência na raça de ser um cão um pouco ciumento e possessivo em relação aos seus donos, por isso é importante que ele seja acostumado, desde cedo, a sociabilizar com outros animais.

Além disso, é muito comum também que ela ainda apresente alguns traços de personalidade voltados para caça, por isso pode ser pego, por exemplo,

Habilidades

PerdigueiroO Perdigueiro é um cão que aprende tudo o que for possível muito rápido, possui uma boa memória quanto a movimentos, além de ter um apurado instinto para caça, procurando sempre a oferecer para seus donos não ficando com as presas para si.

Entrega-se aos donos e a caça com verdadeira paixão e felicidade, sem egoísmos. É adaptável a qualquer tipo de terreno, possui suas patas próprias para passear de forma metódica e ainda sagaz. Outra característica interessante do cão é que ele possui uma enorme resistência física sempre associada ao espírito de sacrifício para a missão que tende a cumprir com seus donos e a sua submissão.

Seu olfato extraordinário o permite detectar as caças de longe, e só para depois que a encontra, certamente quando o Perdigueiro indicar é ali que existe a caça, é um cão que jamais se engana.

Saúde

O Perdigueiro exige uma escovação regular, suas orelhas devem ser frequentemente verificadas para saber se não existe impurezas, alguns pequenos insetos ou mesmo água, o que poderá lhe ocasionar inflamações de ouvido. É um cão relativamente saudável devido a sua raridade e intervenção humana ilimitada.

Seus pelos exigem poucos cuidados, e por natureza é um cão asseado que aprende facilmente hábitos de higiene.

Ficha Técnica do Perdigueiro

Ficha Técnica do Perdigueiro
Nome Original Perdigueiro
País de Origem Portugal
Porte Grande
Utilização Caça e Companhia
Cuidados Especiais Necessita de escovação regular, suas orelhas devem ser frequentemente verificadas para saber se não existe impurezas.
Características Físicas Cabeça: proporcionada ao tamanho do corpo. Olhos:grandes, ovais e de diferentes tons de castanho. Orelhas são pendentes, de superfície quase plana, de alta inserção e paralelas entre si.
Altura média Macho - 52 a 60 cm • Fêmea - 48 a 56 cm
Peso médio Macho - 20 a 27 kg • Fêmea - 16 a 22 kg
Expectativa de Vida 12 a 14 anos
Cor da Pelagem Amarela e marrom
Tipo da Pelagem Curta, bem assentada, um pouco rígida e densa
Temperamento Obediente, afetivo, ágil, meigo

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários