Fofuxo.com

Dogue Argentino (Dog Argentino)

Também conhecido como Dogo, é um ótimo cão de caça. Veja mais sobre sua história, fotos, características e ficha técnica completa.

O Dogue Argentino, ou também chamado em alguns lugares de Dogo, é uma raça bastante alegre, humilde e bastante amigável. É um cão tranquilo, pouco ladrador e hoje em dia, dificilmente apresenta traços de agressividade no seu comportamento. Apesar disso, em alguns países ainda pode ser considerado um cão feroz, principalmente por causa de suas raízes.  O cão possui um amor incondicional por sua família, principalmente as crianças.

Quando adulto o Dogue Argentino precisa realizar frequentemente exercícios de forma regular para que possa manter a sua condição atlética e uma disposição adequada para um cão do seu porte. Do contrário poderão apresentar sintomas de estresse. Este pode ser também um gatilho que pode disparar um comportamento agressivo, que é bastante raro. São cães muito limpos, porém precisam de cuidados em relação a higiene semanalmente do seus donos.

Dogue Argentino

Esta raça de cães costuma ter uma obediência positiva, bastante equilibrada é um excelente companheiro para a sua família, apesar de seus ancestrais serem voltados para a caça e trabalho.

É preciso que este cão se mantenha sempre com uma estimulação física e mental diariamente para que ele possa viver bem. Se você é um criador e gosta de cães, certamente o Dogue Argentino é uma excelente pedida, por isso conheça mais a seguir sobre a raça e seus diferenciais além de seus principais cuidados.

História

Dogue ArgentinoA história mais conhecida desta raça remete ao ano de 1928, quando Antonio Nores Martinez, renomado médico argentino, professor, e também cirurgião, se propôs a criar uma raça que fosse mesmo tempo guardião e amistoso, servindo como um bom animal de estimação, mas que tambpem pudesse ser utilizado como cão de caça. Antonio Martinez utilizava o chamado cão de combate de Córdoba, esta que foi a base para a criação desta raça, que atualmente está extinta e que era descrita como um cão bastante grande, feroz e caçador.

O Dogue Argentino veio do cruzamento de cães como Mastiff Espanhol , Inglês Antigo Bulldog , Bull Terrier , Grande Pirineus, Pointer, entre alguns outros cães de raças selecionadas. Aos poucos o médico começou a dar continuidade no desenvolvimento de raças através de cruzamentos seletivos para que pudesse aos poucos introduzir as características desejadas na raça como tinha interesse.

Alguns anos mais tarde Raul Zeballos que também era doutor, introduziu o Dogo Argentino para os Estados Unidos a partir dos anos 70.

As principais características da raça vindas como resultado destas misturas eram a agilidade e a capacidade de combater em campo, tornando o cão um dos principais animais entre os caçadores de pumas e javalis. A sua capacidade mais apreciada certamente é a de farejar a sua presa. Seu olfato consegue sentir o cheiro de outros animais a grandes distancias.

Características

Dogue ArgentinoO Dogue Argentino é um cão de porte grande, que conta com pelos curtos e brancos, com um corpo bastante musculoso e forte, e raramente possui qualquer tipo de marca de nascença em seus pelos. Caso seja encontrado nos exemplares algum tipo de marcação ou mancha em seu dorso, é considerada uma falha, por isso esta raça poderá não ser aceita como um representante puro.

Conta com uma altura equivalente entre 60 a 68 centímetros tanto para os machos como também para as fêmeas. Seu peso é equivalente a 42 e 45 quilos. Seu comprimento do corpo é ligeiramente maior do que a sua altura.

O porte físico das fêmeas porém poderá ser um pouco mais longo do que o corpo dos cães machos. A sua cabeça poderá contar com um crânio largo, e ligeiramente arqueado do focinho, sendo assim ligeiramente superior no nariz quando é visto de perfil. Sua cauda é inserida, bastante baixa e grossa na sua base. Este cão é descrito como um biotipo bastante semelhante ao buldogue americano, porém muito mais alto e com um revestimento de branco sólido. A raça ainda poderá também ser comprada com o  American Pit Bull Terrier, sendo que os pesquisadores não descartam que estes cães possam ter se cruzado em determinado momento.

Pelagem

A sua pelagem deve ser completamente branca. Todo o tipo de mancha, de qualquer cor deverá desqualificar o exemplar por ser uma característica de impureza do cão. Os cães que forem brancos e que tiverem a pele muito pigmentada de preto, deverão ser considerados como exemplares inaptos para a criação. Mas é claro que esta regra só vale para criadores que estejam tentando reproduzir a raça pura. As manchas pequenas na cabeça não são motivos para desqualificação da raça, porém entre dois exemplares que forem equivalentes o desempate deverá acontecer pelo exemplar que mais se aproximar do que for completamente branco. Já qualquer tipo de mancha no tronco é um motivo de desqualificação.

Temperamento

Dogue ArgentinoO Dogue Argentino é considerado como um cão de raça bastante versátil, pois apresenta comportamento muito alegre e amigável, apesar de também ser muito dominador principalmente na presença dos cães de mesmo sexo. Suas características são provenientes de sua origem de cão de caça, que estão presentes em todos os exemplares até hoje, e por este motivo estes cães são astutos, muito corajosos e tem noção de sua força.

O cão desta raça é bastante utilizado em seu país de origem como cão de guarda de patrulhas da Polícia Federal e também costuma ser visto como cão guia de portadores de deficiência visual. O Dogue Argentino exerce todas as funções, pois é bastante paciente, leal para seus donos, obedientes a todos os comandos e ainda conta com uma postura muito silenciosa e é um cão muito independente.

Como esta é uma raça considerada grande, uma dica para criação é procurar não deixar os cães da raça sozinhos com crianças. Ele precisa acima de tudo se acostumar desde pequeno a conviver com outros animais, pois sua adaptação a outros animais é complicada depois de adulto. Seu comportamento diante de outros adultos não costuma ser agressivo, principalmente se seu dono estiver junto, porém procure não esperar demonstrações de afeto e carinho com desconhecidos, pois ele poderá até mesmo sentir que seu espaço foi invadido por estranhos e partir para o ataque.

O Dogue Argentino possui um aspecto bastante intimidador, o que contribui muito para que a raça possa aparecer nas listas de raças proibidas em vários países como, por exemplo, na Inglaterra. Já nos Estados Unidos a raça ainda é bastante rara e não é reconhecida oficialmente.

Habilidades

O Dogue Argentino foi produzido a partir do extinto cão de combate de Córdoba, sendo criado para que se tornasse um caçador que conseguisse trabalhar em bandos. Com traços agressivos que vinham do cão de Córdoba foram criadas raças diferenciadas para que se pudesse ter uma natureza estável do cão, e uma versão que fosse um pouco mais tranquila.

É possível nesta raça se perceber um comportamento um pouco mais agressivo principalmente em cães que forem mais agitados e no caso de filhotes aqueles que costumam morder tudo inclusive seus irmãos.

Saúde

Dogue ArgentinoAssim como a situação do dálmata o Dogue poderá ter problemas de surdez. Existe uma possibilidade de uma taxa aproximada de 10% de sua população mundial, em alguns casos alguns cães podem ficar aflitos por ter surdez unilateral, ou seja em apenas um ouvido. Diversos estudos realizados com o Dogue Argentino mostram que a incidência de surdez raramente acontece quando os cães em reprodução possuem audição bilateral normal. Outra situação bastante comum da raça é a displasia de quadril.

O cão ainda é considerado bastante rústico, e por este motivo podem na maior parte dos casos apresentarem poucos problemas genéticos, desde que seja um cão puro, e não tiver manchas pelo corpo. Uma situação que deve ser muito observada é quanto ao que diz respeito às principais características da raça que é a sua pele branca. Em sua pele é possível facilmente se encontrar problemas com sol excessivo e ainda a existência de dermatites e queimaduras no cão. Por este motivo é muito importante ter cuidado principalmente ao passear com o cão no sol, recomendando-se utilizar antes dos passeios pomadas próprio com fator de proteção para cães. De forma alguma utilize filtro solar nos cães, pois podem gerar vários problemas com o cão.

Os cães para criação precisam ser ideais, então é importante evitar cães que tenham olhos de cores desiguais, surdez, manchas no corpo, pelos longos, prognatismo inferior ou superior, trufa branca ou muito manchada, lábios muito pendentes, cabeça afilada, orelhas inteiras, altura que seja inferior a de 60 centímetros, ter mais de uma mancha na cabeça, além de toda e qualquer desproporção física, pois estes exemplares poderão ter problemas sérios de saúde até mesmo quando filhotes.

Os machos deverão apresentar dois testículos visivelmente normais, totalmente descidos, desta forma os cães são aprovados por clubes de criadores e até mesmo para exposições.

Ficha Técnica do Dogue Argentino (Dog Argentino)

Ficha Técnica do Dogue Argentino (Dog Argentino)
Nome Original Dogue Argentino
País de Origem Argentina
Porte Grande
Utilização Caça
Cuidados Especiais Manter sempre com uma estimulação física e mental diariamente.
Características Físicas Olhos de cor escura ou amendoada. As orelhas de comprimento médio têm uma inserção alta e são arredondadas na ponta.
Altura média Macho - 60 a 68 cm • Fêmea - 60 a 68 cm
Peso médio Macho - 42 a 45 kg • Fêmea - 42 a 45 kg
Expectativa de Vida 11 anos
Cor da Pelagem Branca
Tipo da Pelagem Curta
Temperamento Alegre, humilde e bastante amigável.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários