Fofuxo.com

Dogue Alemão (Dog Alemão)

Grande e imponente, um belo cão de guarda. Veja mais sobre sua origem, características, tipos de pelagem, ficha técnica e mais...

Na natureza certamente o cão não precisa de um homem, mas um homem precisa muito de um cão. A relação existente entre os cães e os humanos, durante muito tempo, foi com base em suprir determinadas necessidades. Mas, diferentemente de outros animais, e amor e o respeito entre humanos e cães elevaram este a um patamar de companheiro inseparável.

Um dos cães que mais de destacam neste sentido, é o Dogue Alemão. Um cão realmente muito carinhoso e atencioso com as pessoas da família, especialmente as crianças.

Dogue Alemão

Esta que é uma raça canina vinda da Alemanha, conhecida por seu porte gigante. Conta com um temperamento bastante tranquilo e equilibrado, sendo bastante utilizada como cão de guarda e também companhia. Costuma ser citado em padrões como um cão ao mesmo tempo elegante e também imponente. É a raça de cão mais alta do mundo, de acordo com o Guiness Book.

Conheça a seguir um pouco mais sobre a história deste que é um dos cães mais admirados por criadores do mundo todo.

História

Dogue Alemãofoto gentilmente cedida por Canil Gigantes da Pedreira

Sua raça, assim como diversas outras, possui uma origem bastante antiga e controversa. A hipótese mais aceita é de que seu ancestral remoto, que era chamado de molosso assírio, que já está extinto, foi cruzado pelos romanos com cães mais leves. O resultado deste cruzamento era produzir um cão ágil e forte, que seria utilizado na caça por javalis, lobos e também ursos.

Pouco a pouco estes cães vieram a se tornar muito populares em várias regiões da Europa, sendo utilizadas principalmente para a defesa das propriedades e também escoltas de caravanas.

Sua raça foi uma das que esteve presente na primeira exposição de cães da história, que foi realizada no ano de 1863, na cidade de Hamburgo, na Alemanha, inscrita com nomes diferenciados como dogue dinamarquês (Danish Dogge - cães de pelagem branca e preta) e dogue de Ulm (Ulmer Dogge - pelagem marrom, tigrada, preta ou cinza). O grupo de juízes que teria analisado o concurso julgou praticamente impossível se distinguir uma raça de outra, a partir do ano de 1880, as duas raças foram unificadas fazendo com que o cão adotasse seu nome atual de Dogue Alemão, esta denominação que hoje é reconhecida através da FCI.

Não existem evidências de participações da Dinamarca na criação desta raça, mas os países de língua tanto inglesa como espanhola utilizam bastante a denominação de “grande dinamarquês” para o cão. A partir do ano de 1888 teria sido fundado o clube oficial de criadores, onde no ano de 1891 teria sido escrito o primeiro padrão rácico que sofreu pequenas alterações até os dias atuais. Um dos seus grandes entusiastas, Bismark, criou a raça por mais de 60 anos e estava sempre acompanhado de um ou mais de seus cães.

Características

Dogue Alemãofoto gentilmente cedida por Canil Gigantes da Pedreira

O cão da raça Dogue Alemão é descrita como um cão de postura nobre, devido a sua aparência demonstra ter ao mesmo tempo imponência e elegância. Este cão desde que receba seus cuidados corretamente se torna um cão bastante forte e ágil, o que é algo fundamental para as suas funções originais que seriam a caça e a guarda. É considerado como o grande Apolo das raças caninas por sua grande importância.

A raça tem um grande destaque principalmente pela sua estatura. Conta com uma altura mínima exigida pelo padrão de 72 centímetros para fêmeas e 80 cm para machos, não é raro, porém se encontrar cães muito maiores e que ultrapassem 90 cm de altura e mais de 70 kg de peso. Seu padrão não especifica seu peso ou altura máximos por isso é importante os criadores terem uma estrutura diferenciada para a criação deste cão. Os cães de maior tamanho são bastante desejáveis desde que respeitem os padrões exigidos de proporções.

Sua cabeça deve ter um formato alongado, estreito e expressivo, com um stop bem definido. O topo do seu crânio e seu focinho deverá ser reto formando duas linhas paralelas. Seu pescoço deverá ser longo, seco e musculoso. Suas orelhas são naturalmente caídas, porém é possível se encontrar em vários países cães com as orelhas eretas, devido a cirurgias de conchectomia. Esta cirurgia, porém possui um pós-operatório bastante complicado e por isso é proibida aqui no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Pelagem

Dogue AlemãoA pelagem do cão Dogue Alemão é bastante curta, densa e rente ao corpo, além de ser muito brilhante. Em alguns casos o cão poderá ter uma pelagem dupla ou fosca. Seu padrão de raça define cinco cores aceitas.

O Dourado, por exemplo, que deve ir desde tons castanhos ou fulvos, sem manchas brancas, sendo bastante aceito tons claros e escuros, deverão contar com uma máscara negra que envolve o focinho e seus olhos. As suas orelhas normalmente possuem um tom mais escuro que o resto do corpo.

O tigrado como cor de fundo é bastante semelhante ao dourado, caso o cão possua manchas brancas são faltas desqualificantes para a raça.

Arlequim, que deverá contar com cor de fundo branco puro, com manchas negras, de formato irregulares, bem distribuídas pelo corpo. Trufa despigmentada e olhos claros ou mesmo um de cada cor também são aceitos, apesar disto menos desejáveis.

Ainda é possível encontrar exemplares em cores negras, admitidas manchas brancas no peito e nos pés. Existe uma característica especial, para o cão negro que tem pescoço, peito, patas, focinho e também sua ponta da cauda brancas, que é o chamado mantado ou Boston por ter uma semelhança com a marcação típica do Boston terrier. Caso o cão seja branco com a área do crânio e suas orelhas negras, contando com poucas manchas grandes em seu dorso, é o chamado preto plaqueado.

Outro tom também permitido é o azul, a cor cinza azulado ou o azul aço são comuns, podendo ser permitidas por sua vez pequenas manchas brancas no seu peito e suas patas.

Temperamento

Dogue AlemãoO cão da raça Dogue Alemão geralmente é um cão bastante calmo, extremamente dócil com a sua família, porém bastante reservado com pessoas estranhas. É um cão de guarda bastante equilibrado e que não ataca sem que exista um perigo ou necessidade, quando isto acontece, realiza ataques de alto impacto. Seu tamanho e também a sua força, sendo aliados a uma agilidade que possam o permitir cobrir grandes distâncias poderão o tornar um ótimo guardião de grandes propriedades.

Apesar disto, infelizmente devido a cruzamentos indiscriminados, muitos dos cães perderam a aptidão para guarda, por isso é bastante importante se conhecer os pais da ninhada antes mesmo de escolher os filhotes, e procurar excluir de sua reprodução cães que tenham falhas de temperamento.

Uma falta de padrão observável é um cão com temperamento nervoso, medroso ou facilmente provocável, outras situações como, por exemplo, timidez, agressividade em excesso, são consideradas também como faltas graves para o temperamento do cão e deve ser descartado pelos seus criadores.

Habilidades

O Dogue Alemão é um cão bastante inteligente, e mostra uma sensação praticamente graciosa entendendo o comportamento humano na maioria das vezes. Este é um cão que apenas irá apresentar as características de sua raça caso seja devidamente educado e alimentado. Não pode ser forçado assim como qualquer outro cão a ser treinado, pelo simples motivo de ficar deprimido e muitas vezes não querer mais repetir o que teria feito.

É um cão que aprende muito rápido, por isso é interessante o treinar e ensinar habilidades mesmo que não seja com um treinador oficial, é um cão rápido e ansioso, que procura sempre amar e respeitar as suas pessoas queridas.

É um excelente cão farejador, e sempre está a procura de algo para caçar e brincar, pode caçar eventualmente pequenos animais, porém apenas para brincar devido a seu doce temperamento.

Saúde

Dogue Alemãofoto gentilmente cedida por Canil Gigantes da Pedreira

Algo bastante comum em cães de porte gigante, os dogues alemães contam com uma expectativa de vida relativamente curta, não passam de 6 a 8 anos, apesar de em alguns casos raros atingirem 14 anos de idade. As suas causas de morte mais comuns são a torção gástrica, câncer e também cardiopatias. Entre os vários tipos de câncer mais comuns na raça estão os chamados de osteosarcoma, linfomas e ainda tumores mamários.

A situação de síndrome de dilatação vólvulo gástrica, faz com que o estômago do Dogue Alemão fique mais longo, gerando assim uma torção gástrica, onde o estômago gira entre si mesmo, impedindo a drenagem estomacal, comprimindo a circulação e respiração. Os sintomas mais comuns são inchaço, mucosas pálidas e dificuldades de respiração.

Considerando a maioria das raças de grande porte, os Dogues Alemães são bastante propensos a apesentarem uma displasia coxofemoral. Esta que é uma doença forte de caráter genético que causa dores fortes e dificuldades de locomoção. É importante antes de reproduzir cães desta raça fazer exames em ambos os pais para prevenir que os filhotes venham a desenvolver este tipo de problema. O excesso de exercícios e ainda uma dieta desequilibrada bem como sobrepeso pode gerar o crescimento da doença.

Ficha Técnica do Dogue Alemão (Dog Alemão)

Ficha Técnica do Dogue Alemão (Dog Alemão)
Nome Original Dogue Alemão
País de Origem Alemanha
Porte Grande
Utilização Guarda e Companhia
Cuidados Especiais Evitar excesso de exercíciose sobrepeso.
Características Físicas Cabeça: alongada, estreita. Orelhas: são naturalmente caídas. Olhos: amendoados e com pálpebras bem ajustadas, sem ser caídas. Corpo: forte e musculoso.
Altura média Macho - 80 cm • Fêmea - 72 cm
Peso médio Macho - 70 kg • Fêmea - 70 kg
Expectativa de Vida 6 a 8 anos
Cor da Pelagem Preta, dourada, azul, arlequim, tigrado
Tipo da Pelagem Curta, densa e brilhante
Temperamento Tranquilo, equilibrado, dócil.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários