Fofuxo.com

Border Collie

Considerada a raça mais inteligente do mundo! Veja suas características, temperamento, saúde, galeria de fotos e ficha técnica da raça.

O Border Collie é uma das raças de cães mais inteligentes do mundo, e isso não é pouca coisa. Algumas instituições de pesquisas internacionais relacionadas as raças de cães chegam a classificar este simpático cãozinho como aquele que pode ser considerado o cachorro mais inteligente do mundo. E realmente parece que estes dados acabam sendo confirmados, já que esta também é uma das raças mais requisitadas para fazer determinados tipos de trabalhos comerciais, como programas de televisão, filmes para o cinema, aparições em comerciais, dentre outros.

A facilidade com que os treinadores conseguem passar para estes cães determinados ensinamentos impressionam. Não é a toa também que este cachorro também era um dos mais escolhidos na hora de escolherem as raças para o trabalho de pastoreio.

Border Collie

Vamos conhecer um pouco mais sobre as características destes animais.

Origem

Border CollieDe acordo com os registros históricos que foram publicados relacionados a raça Border Collie, este é um cachorro criado especificamente para a tarefa do pastoreio. As primeiras menções a este cachorro que foram registradas apontam para a sua criação a partir do século XIX. Ele foi criado na Grã-Bretanha, e o cão acabou sendo descendente direto de outros cachorros de trabalho que eram muito comuns nesta região. Mas a criação desta raça específica conseguiu introduzir alguns elementos novos na forma como seria feito este trabalho de pastoreio.

A maioria dos cachorros que tinham como principal trabalho a função de controlar e conduzir animais de rebanhos na época faziam isso através de um método que era comum em praticamente todas as raças: em um primeiro momento, o cão latia muito para manter mostrar sua autoridade para os animais que estavam naquele grupo. Depois disso, faziam movimentos circulares entre o rebanho para conseguir conduzir ele para um determinado caminho. Mas a grande inovação no método que o Border Colie trouxe foi a capacidade de conseguir controlar o rebanho sem latir. Na verdade, a primeira raça que teve em seu registro o fato de conseguir conduzir um rebanho sem latir foi o Hemp, que é considerado o descendente direto da raça Border Collie.

O desenvolvimento desta raça passa diretamente pela criação do Hemp pelas pessoas que moravam nas regiões onde o pastoreio e o menejo de gado eram mais comuns. Existem registros históricos que apontam 1906 como sendo o ano quando foi definido o primeiro padrão de raças. Um fato curioso relacionado a descrição da raça era que seus criadores acabavam dando muito mais importância as habilidades de trabalho do que as descrições físicas, sendo que o contrário era mais comum nos registros de outras raças.

Até o ano de 1915 o Border Collie ainda não existia, pelo menos não com este nome. Praticamente todas as raças que eram utilizadas apenas com o objetivo de cuidar dos rebanhos foram chamadas de Sheepdog até aquele momento. Apesar de haver registros históricos da presença e do desenvolvimento desta raça em todo o território Inglês, exista uma maior concentração do Collie na  Escócia.

O Border Collie também teve uma importante participação na vida da família real da época. Um das pessoas que mais venerava a raça e que também acabou sendo uma grande criadora dos Boarder Collies foi Rainha Vitória. A raça atual acabou sendo derivada mais das criações e dos cruzamentos que eram feitos pela família real e também pelos seus seguidores. Nesta época foi que também começaram a surgir as principais diferenças entre o Collie tradicional e os Pastores, que acabaram seguindo outro caminho. Neste momento, o cão não era mais tão utilizado para o trabalho, o que também começou a causar algumas alterações físicas e comportamentais na raça.

Características

Border CollieEste cão tem uma postura realmente muito interessante. Ele realmente pode ser comprado com outras raças que apresentam uma postura mais delgada. Parece que os anos que a raça foi desenvolvida e criada pela família real acabaram interferindo na forma como este cão se posiciona.

A cabeça do Border Collie é razoavelmente larga, mas nada que seja desproporcional em relação ao seu pescoço e o restante do corpo. Já o seu focinho apresenta um tamanho mais curto do que outros cães do mesmo gênero, mas em compensação acaba apresentando uma estrutura bastante forte. Os olhões deste cachorro também são muito marcantes. Parece que eles estão sempre muito atentos a tudo que está acontecendo à sua volta. Ele possui uma forma oval, e geralmente são da cor Marrom.

As orelhas deste cão também acaba sendo outro ponto chamativo no crânio da raça, porque geralmente elas estão sempre caídas para a lateral, mas como são mais curtas também contribuem para que ele realmente pareça estar sempre em estado de alerta. Como falamos anteriormente em relação a sua postura, ela acaba sendo possível apenas porque o Border Collie apresenta uma excelente ossatura e com corpo bem proporcionado e atlético. Isso permite que ele consiga correr bastante e ao mesmo tempo consegue ter força para executar determinadas tarefas de trabalho que são comuns entre a raça.

Pelagem

O pelo do Border Collie pode ser, basicamente, encontrado em duas variedades: pelo semilongo formando uma juba, culotes e uma cauda de raposa (pincel); pelo curto. Em ambos os casos, o pelo é denso e de textura média. Subpelo denso e macio. Ao longo dos anos a raça foi sendo desenvolvida com outros cães que apresentavam qualidades e características semelhantes em relação ao pelo, por isso este foi um ponto que acabou ressaltado no resultado final da raça modrna.

Em termos de cores,duas variedades: moderadamente longa e lisa. Em ambas, a pelagem é densa e de textura média, subpêlo macio e denso fornecendo boa proteção contra intempéries. Na variedade de pelagem moderadamente longa, a abundância de pêlos forma uma juba, culotes e pincel. Na face, orelhas, anteriores (exceto para franjas), posteriores do jarrete ao solo, o pêlo é curto e liso.

Comportamento

Border CollieO Border Collie apresenta basicamente um comportamento trabalhador. Esta característica também está presente em inúmeras outras raças, mas nunca de forma tão marcante como neste cão. Durante todos os anos de criação e de cruzamento, sempre as espécies que demonstraram maior interesse pelo trabalho acabaram sendo privilegiadas. Mesmo depois, quando a escolha era mais estética do que por habilidades, a raça continuou tendo estas características muito fortes.

Este cachorro apresenta tanto comportamento trabalhador que ainda hoje muitas pessoas na Inglaterra ainda utilizam este cão para controlar os rebanhos de gado. Como ele ainda possui esta necessidade de trabalhar, ele possui uma eterna necessidade de se sentir útil e de fazer “coisas” o tempo todo. Por isso, dificilmente vai conseguir se adaptar a lugares pequenos e fechados, como apartamentos. Ele precisa ser criado em ambientes com espaço. Alguns criadores dizem que este cão pode até mesmo poastorear patos e crianças, tamanha a necessidade de executar esta função.

Um fato que foi citado brevemente na introdução deste artigo é a inteligência acima da média do Border Collie. Existem diversos pesquisadores que apontam o Border Collie como sendo a raça mais inteligente do mundo. Neste quesito também entre o fator obediência, ou seja, o cão possui muita facilidade na hora de aprender as tarefas e também acaba apresentando facilidade na hora de seguir determinadas ordens.

Além disso, também é um excelente cachorro de companhia. Seu comportamento um pouco independente pode tornar ele um pouco afastado, mas quando ele é criado desde pequeno no meio de adultos acaba realmente ficando mais dependente deles. Ele também apresenta uma facilidade no convívio com outros cães, apesar de gostar e de manter um comportamento mais isolado dos demais animais da casa. Ele dá preferência em conviver com outros cães da mesma raça.

Habilidades

Border CollieA inteligência deste cão pode ser destacada como sua principal habilidade. Mas também é algo que deve ser controlado pelos criadores. Este cão pode, com a mesma facilidade de aprender coisas que ele precisa saber, coisas que ele também não precisa fazer ou que são totalmente dispensáveis para o comportamento do dia a dia.

Uma outra habilidade desta raça está diretamente relacionada a sua capacidade física. Como possui um porte atlético, ele acaba apresentando uma grande agilidade para disputa de corridas ou qualquer outra tarefa que ele tenha que mostrar velocidade. O cão ainda possui a habilidade de trabalho em grupo bastante ativa no seu comportamento diário. Quando submetido a determinados tipos de treinamentos, ele consegue ainda trabalhar com mais de um cachorro no mesmo grupo.  A raça acaba sendo uma das prediletas para participar de competições onde a habilidade é o principal requisito.

Saúde

De acordo com registros históricos e veterinários, a raça acaba apresentando propensão a desenvolver determinados males ao longo da vida. Uma das doenças mais comuns encontradas na raça é a Atrofia Progressiva da Retina, que também é chamada de PRA central. Esta é uma atrofia da retina devido a depósito de melanina, que pode aparecer a partir dos três anos. Esta doença, que chegou a afetara 12% dos cães ingleses na década de 80, alcança hoje apenas cerca de 1% do plantel na Inglaterra.

Ficha Técnica do Border Collie

Ficha Técnica do Border Collie
Nome Original Border Collie
País de Origem Reino Unido
Porte Médio/Grande
Utilização Pastoreio
Cuidados Especiais Precisa de muita atividade física e mental todos os dias pra satisfazer suas necessidades de trabalho.
Características Físicas Cabeça: razoavelmente larga. Olhos: muito marcantes, oval. Orelhas: caídas.
Altura média Macho - 48 a 56 cm • Fêmea - 46 a 53 cm
Peso médio Macho - 13,6 a 20,4 kg • Fêmea - 12,2 a 19 kg
Expectativa de Vida 13 a 16 anos
Cor da Pelagem Bicolor (preta e branca, marrom e branca).
Tipo da Pelagem Densa a textura média.
Temperamento Inteligente

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários