Fofuxo.com

Entidade acusa China de matar milhares e cães para indústria da pele

Peta divulgou relatório afirmando matadouros sacrificam uma centena de cães todos os dias.

A Peta, uma das principais organizações internacionais de defesa do direito dos animais, afirmou em um relatório divulgado esta semana que Milhares de cães estão sendo mortos na China para fornecer obra prima para a indústria das peles. De acordo com as informações divulgadas as empresas estão fabricando luvas, bolsas e sapatos com peles de cachorros.

Entidade acusa China de matar milhares e cães para indústria da pele

O relatório afirma que o produto que está sendo fabricado na China não é vendido somente neste país. Muitos dos itens que levam couro de cachorro estão sendo exportados para outros países.

Imagens cruéis

A relatório divulgado pela Peta não conta apenas com informações e números, mas também foi ilustrada com muitas imagens e vídeos que foram eitos dentro dos locais onde os animais são mortos para a retirada a pele. Alguns matadouros chegam a matar de 100 a 200 cachorros em um único dia para retirada do couro.

Dentre os produtos que acabam sendo feitos com o couro do animal estão itens como cintos, jaquetas, luvas e até mesmo bonecos. O relatório afirma também que muitas empresas não se preocupam com as origens do couro que está sendo utilizado nos produtos que estão sendo revendidos.

"Grande parte do couro do mundo provém da China, onde não há leis que punam o abuso contra animais sacrificados por causa de sua pele", afirma o relatório da PETA.

Os agentes da Peta conseguiram se infiltrar em pelo menos três matadouros e mais seis fábricas de couro na China. As mesmas empresas também costumam trabalhar com o couro bovino, mas o couro do cachorro acaba sendo vendido por um preço mais barato devido a sua baixa qualidade.

O vídeo com as imagens feitas pela Peta está disponível aqui. As imagens são extremamente fortes. 

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários