Fofuxo.com

Bandidos usam tinta em cães vira-latas e vendem como cães de raça

Existem registro de animais que se intoxicaram com os produtos utilizados pelos farsantes.

Bandidos estão submetendo cães vira-latas e sessões cruéis de maus tratos para que eles possam ser vendidos como se fossem um cão de raça. Os casos foram registrados na cidade do Rio de Janeiro.

Bandidos usam tinta em cães vira-latas e vendem como cães de raça

Amarelo por preto

Segundo as informações que foram levantadas, a grande maioria dos animais que faziam parte deste esquema eram anunciados através da internet. Um dos casos foi comunicado para a polícia depois que uma família comprou um yorkshire. No anúncio online os donos informavam que o cão tinha pedigree e o valor era de R$ 350,00.

Mas algumas horas depois que o animal foi entregue para a família ele começou a passar mal. Os compradores levaram ele para o veterinário, que constatou que o cachorro estava passando por um quadro de intoxicação, em virtude de uma tinta que os bandidos usaram para deixar o filhote mais parecido com um cachorro da raça anunciada.

Bandidos usam tinta em cães vira-latas e vendem como cães de raça

O veterinário que atendeu o filhote ficou surpreso com o que os antigos donos fizeram. O cão, originalmente, era da cor amarela, com partes brancas. Mas para que o vira-latas passasse pela raça anunciada, os bandidos acabaram pintando ele completamente com uma tinta preta. Essa grande quantidade de produto utilizada acabou causando a intoxicação.

Além da grande quantidade de tinta que acabou sendo aplicada no filhote, os bandidos também acabaram causando ferimentos no animal, colando as orelhas e também quebrando o seu rabo para que parecesse que ele tinha a sua cauda cortada.

Abandono

Estes cães que acabam passando por este processo de transformação apenas para serem vendidos por um preço melhor não sofrem apenas quando estão nas mãos dos bandidos. Quando eles chegam na casa da nova família, muitos acabam sendo abandonados justamente por não serem da raça prometida no anúncio.

De acordo com informações divulgadas pela Suipa, Sociedade Protetora dos Animais localizada no subúrbio do Rio de Janeiro, cerca de 30 animais acabam sendo abandonados no local ou nas imediações, muitos deles por não serem da raça que seus donos desejavam.

O que fazer?

Qualquer compra envolvendo cães ou gatos pode ser enquadrada no Código de Defesa do Consumidor. Se o consumidor comprar um animal que está sendo vendida por uma raça diferente da sua original, ele pode procurar uma delegacia próxima e registrar um boletim de ocorrência. Também é possível procurar os órgãos competentes de defesa do consumidor.

Os vendedores que maltratam os animais também podem ser enquadrados pelo crime de mas tratos. Mas atenção: abandono de animais também pode ser considerado crime no Brasil, mesmo que o consumidor acabe sendo enganado pelo vendedor. 

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários