Fofuxo.com

Saiba mais sobre a Torção Gástrica

Problema de saúde pode ser fatal se não tratado com agilidade.

A torção gástrica é um problema de saúde muito sério e que aparece com uma determinada frequência entre cães de variadas raças. Apesar de ser identificado em qualquer cachorro, existe um índice maior de incidência nos cães de médio e também de grande porte. A doença pode levar ao óbito em 60% dos casos, já que sua ação é rápida e muitas vezes os donos acabam não tendo tempo de reagir.

Saiba mais sobre o problema e confira atentamente os sintomas para conseguir identificar o mais rápido possível esta doença no seu cão.

Causas

Os veterinários que pesquisam as doenças dos cães ainda não conseguiram identificar uma causa concreta para a torção gástrica, mas existem alguns indícios de que a ingestão de líquidos em demasia ou de muita comida pode ser um dos fatores que levem ao problema.

Saiba mais sobre a Torção Gástrica

O nome torção gástrico foi dado porque é exatamente isso que acontece no organismo do cão. Por causa desta grande quantidade de comida ou de líquidos, o estomago do cachorro acaba se dilatando, e isso faz com que ele acabe se torcendo, formando uma espécie de nó. Este nó acaba atrapalhando completamente o fluxo de sangue e também a liberação dos gases.

Este acumulo de sangue e de gases causa o aumento do volume do abdômen do animal e os consequentes sintomas.

Sintomas da doença

Saiba mais sobre a Torção GástricaOs principais sintomas da doença são inchaços abdominais e também uma dificuldade de respirar, aumentando assim os batimentos cardíacos. No seu estágio mais avançado o animal já começa a ficar pálido, especialmente na região dos olhos e da boca, vômitos e salivação exagerada. O cachorro também pode apresentar mudanças repentinas de comportamento, ficando extremamente agitado nos primeiros sinais da doença e depois ficando desanimado e apático.

Tratamento

Para que o cachorro tenha chance de sobreviver, assim que ele apresentar algum destes sintomas deve ser levado imediatamente até o veterinário mais próximo. O profissional terá que realizar alguns exames afim de detectar se o que realmente está acontecendo é a torção gástrica. Caso isso seja confirmado o cachorro terá que passar por uma cirurgia de emergência.

Durante esta cirurgia os veterinários precisam reposicionar o estômago, fazer uma lavagem e fixar a parede do estômago do animal nas suas costelas; solucionando o problema e diminuindo os riscos de reincidência em até 80%.

Postado em .


Pela Web

Comentários