Fofuxo.com

Micobacteriose e Nocardiose

A micobacteriose e a nocardiose são doenças de origem bacteriana raras que podem atingir cães e gatos

Micobacteriose e Nocardiose

Micobacteriose

Micobacterium Microscopia eletrônicaA micobacteriose é uma piodermite profunda que pode ser dividida em 3 grupos de acordo com o microorganismo envolvido:

- Obrigatórios: Mycobacterium tuberculosis e Mycobacterium lepraemurium;

- Facultativos: de crescimento lento (mais de 7 dias) que acomete animais de sangue frio,  Mycobacterium kansasii, Mycobacterium marinum, Mycobacterium ulcerans e Mycobacterium avium.  De crescimento rápido (menos de 7 dias), Mycobacterium fortuitum, Mycobaterium chelonei, Mycobaterium thermoresistible, Mycobacterium xenopi, Mycobacterium phlei e Mycobacterium smegmatis.

- Sapróprios ambientais: vivem na matéria orgânica e em decomposição.

Cão com lesão ulcerada em pavilhão auricular

É conhecida como lepra canina ou síndrome lepróide canina, cuja a causa e fisiopatologia ainda não foi completamente esclarecida. Acredita-se que seja transmitida por picada de inseto e inoculação.

Acomete mais animais de pelagem curtas e é descrita em boxers no Brasil. Formam-se nódulos subcutâneos firmes que podem ulcerar em face externa de pavilhão auricular e cabeça. Os nódulos são indolores e não coçam. Não há sinais de doença sistêmica.

Em felinos é muito raro e pode ter dois tipos:

Abscesso em felino

- Causada pelo Mycobacterium lepraemurium causa nódulos cutâneos e subcutâneos em cabeça e membros, tem rápida progressão, pode haver ulceração. Pode ter aumedo de gânglios regionais, é indolor e não tem disseminação em órgãos internos.

- Não nomeada: nódulos cutâneos e subcutâneos duros, indolores, sem ulceração em cabeça, cauda e membros. Progridem lentamente por meses e anos. Pode haver migração para órgãos internos.

Diagnóstico

citologia micobacteriaEm cães o diagnóstico é feito através de citologia e pelos sinais clínicos. O Cultivo da micobactéria é bem difícil.

Em felinos é feito por biópsia onde observa-se bacilos ácidos-resistentes no histopatológico. Normalmente não crescem em cultivo.

Tratamento

O tratamento é feito com antibióticos sistêmicos, embora em cães pode ser auto-limitante, mas mesmo assim usa-se antibióticos por até 3 semanas pós regressão das lesões. 

Nocardiose

úlcera em cãoA nocardiose é uma infecção piogranulomatosa  suporativa rara, que pode atingir a pele, pulmões e outros órgãos. Causada pela bactéria gram + filamentasa Nocardia spp ( N. asteroides, N. brasiliensis, N. cavial) que são sapróbios comuns do solo. A contaminação é feita por feridas, inalação e ingestão.

Sinais

Pode causar celulite, ulceração, abscessos e granulomas na pele e linfoadenopatia.

Citologia nocardia

Diagnóstico

Feito por citologia da lesão ulcerada, histopatologia ou cultivo.

Tratamento

É feito com antibióticos sistêmicos .

Patrícia Maíra Paulino M.V. Patrícia Maíra Paulino • CRMV-SP 27889
Médica Veterinária • Pós-Graduada em Dermatologia Veterinária

Atualmente atende exclusivamente Dermatologia de pequenos animais em hospitais e clínicas veterinárias.

Postado em .


Pela Web

Comentários