Fofuxo.com

Giardíase

Uma das infecções entéricas mais observadas na clínica veterinária, é uma zoonose causada por um protozoário que pode viver por muito tempo na água

Giardíase

giardiaA giardíase é uma infecção entérica muito comum em cães causada pelo protozoário Giardia canis. Pode infectar também gatos, humanos e outros animais mas a Giardia pode ser espécie específica e há tipos que podem infectar mais de um hospedeiro, por isso é considerada uma zoonose.

É transmitida pela ingestão de cistos provenientes das fezes de outros animais infectados, geralmente na água ou alimentos dos animais. Em canis e gatis onde animais ficam muito aglomerados pode haver transmissão direta.

Sintomas

cão defecandoApós a ingestão, os microorganismos que são móveis vão aderir à superfície dos enterócitos no intestino delgado causando a síndrome da má absorção com fezes moles espumosas e volumosas, podem ter sangue de aspecto gelatinoso e odor rançoso, dores abdominais também são observadas. 

Se não tratados pode levar o animal a debilitação crônica, com emagrecimento, vômitos e desidratação. Filhotes podem  ir a óbito se não tratados.  

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através do exame coproparasitológico das fezes, onde serão observados os microorganismos móveis ou cistos. É recomendável analizar pelo menos 3  amostras em dias diferentes para ter certeza de encontrar o parasita.

ciclo giardia

Tratamento

O tratamento é feito na maioria das vezes em casa, a não ser que o animal esteja muito debilitado e desidratado. O animal deverá receber anti-helmínticos ou antibióticos receitados pelo veterinário. Em geral esses tratamentos são bem eficazes e deverão ser acompanhados com novos coproparasitológicos para confirmar a eficácia do tratamento.

 Os cistos vivem por muito tempo no ambiente, mas podem ser inativados com desinfetantes comuns (amônia quaternária, água sanitária, vapor e água fervente) e devem ser adotados para a higiene ambiental durante o tratamento. O saneamento básico e higiene pessoal e de alimentos é fundamental para a o controle da doença.

Prevenção

A vacinação de cães contra a giardíase pode ser recomendada como medida profilática já que a vacina reduz eficazmente a incidência, a severidade e a duração da eliminação de cistos. A vacina pode ser aplicada a partir do 56º dia de vida, sendo ineficaz para cães já infectados. A segunda dose da vacina pode ser feita 14 a 28 dias após a primeira e a revacinação é anual. Vale ressaltar que o animal só torna-se imunizado 15 dias após a aplicação da segunda dose da vacina. 

Patrícia Maíra Paulino M.V. Patrícia Maíra Paulino • CRMV-SP 27889
Médica Veterinária • Pós-Graduada em Dermatologia Veterinária

Atualmente atende exclusivamente Dermatologia de pequenos animais em hospitais e clínicas veterinárias.

Postado em .


Pela Web

Comentários