Fofuxo.com

Pesquisadores afirmam que cães fazem “cara de coitado” de propósito

Essa seria mais uma técnica de comunicação desenvolvida por estes animais.

Nos últimos anos uma série de pesquisas foram feitas com o objetivo de entender melhor a relação dos cães com os humanos. E as técnicas de comunicação que foram desenvolvidas neste convívio é um dos assuntos mais intrigantes para cientistas e pesquisadores que se debruçam sobre o dia a dia dos cachorros.

Pesquisadores afirmam que cães fazem “cara de coitado” de propósito

Uma recente pesquisa confirma algumas outras teorias e pesquisas feitas anteriormente em relação a um processo de comunicação e manipulação de sentimentos que os cães acabaram desenvolvendo nesta relação com os humanos. A famosa “cara de coitado”, por exemplo, não se trata de uma reação natural do animal, e sim uma expressão aprendida para que eles consigam algo que querem das pessoas que estão ao seu redor.

Coitados

A pesquisa que teve seus resultados divulgados esta semana foi feita pela Universidade de Portsmouth, na Inglaterra. Os relatórios que foram gerados neste estudo afirmam que os cães fazem aquela expressão de propósito sempre que desejam alguma coisa.

Para isso, estes animais conseguiram desenvolver uma técnica para fazer com que os seus olhos pareçam maiores, levantando a parte interna das suas sobrancelhas. Os pesquisadores afirmam que os cachorros que conseguem fazer este movimento mais facilmente são adotados com mais facilidade, por exemplo.

Pesquisadores afirmam que cães fazem “cara de coitado” de propósito

Nesta pesquisa os cientistas observaram uma série de cachorros nas mais variadas situações, utilizando uma ferramenta digital chamada DogFACS, que consegue ler e registrar com uma maior precisão os movimentos que os cães fazem com a sua face. Todos os cães que foram selecionados para esta pesquisa estavam em abrigos e disponíveis para adoção.

A ferramenta registrava que a grande maioria dos cães faziam este movimento com as sobrancelhas apenas quando os humanos chegavam perto do local onde eles estavam. E alguns faziam a “cara” repetidamente, até conseguirem chamar a atenção das pessoas.

Os pesquisadores afirmam que esta é mais uma arma que os cães conseguiram aprender para manipular os sentimentos dos humanos, mas de uma forma saudável. Afinal de contas, os cães atuais foram criados para serem dependentes dos homens, e precisam apelar para este tipo de “ferramenta” quando não encontram o suporte necessário. 

Postado em .


Pela Web

Comentários