Fofuxo.com

Gatos teriam mecanismo mais eficiente para tomar água do que os cães

Estudo tenta explicar os motivos dos cachorros espirrarem e derramarem tanta água quando estão com sede.

Muitas pessoas que possuem cães e gatos convivendo na mesma casa já devem ter percebido algumas diferenças dos dois animais em atividades do cotidiano, como beber água. Enquanto a grande maioria dos cães acabam derramando líquido para fora do pote, os gatos quase nunca fazem bagunça. Além disso, os cachorros muitas vezes espirram quando estão matando a sua sede.

Gatos teriam mecanismo mais eficiente para tomar água do que os cães

Para tentar entender o que acontece com o melhor amigo do homem quando ele está tomando água, um grupo de físicos e de engenheiros norte-americanos iniciaram uma pesquisa. Os resultados e as descobertas foram apresentados recentemente em uma reunião da Sociedade Americana de Física

A principal motivação para a pesquisa foi uma contestação, em estudos anteriores, de que estes animais não conseguem fazer o mesmo movimento coma bochecha que os humanos fazem para beber água. Portanto, por mais que a explicação de como eles conseguem beber água ser quase sempre atribuída aos movimentos da língua, a verdade é que os pesquisadores nunca entenderam ao certo como isso acontecia. Pelo menos não até agora.

Movimentos com a língua

A explicação ainda está nos movimentos com a língua para entender como os cães e os gatos conseguem beber água, mas agora os pesquisadores conseguiram entender melhor como funciona a física toda por trás do ato de beber água, tanto de cães e gatos.

Gatos teriam mecanismo mais eficiente para tomar água do que os cães

Para tomar a sua água, os gatos precisam encostar a ponta da sua língua na água, sem penetrá-la. Depois eles puxam uma coluna de água, na velocidade de um metro por segundo. O terceiro passo é fechar a boca, em uma velocidade que faz com que a água seja engolida antes da gravidade puxar ela para dentro do prato.

O problema dos cães é justamente na primeira etapa, quando eles colocam a língua na água. Ao invés de ficar apenas na superfície, os cachorros inserem uma grande parte da sua língua dentro da água, de forma descuidada, o que já faz ela se espalhar. Além disso os cães acabam puxando com a água com muito mais força do que os gatos, o que também contribui para que o líquido se espalhe.

Postado em .


Pela Web

Comentários