Fofuxo.com

Dicas para quem quer adotar um gatinho

Confira estas dicas importantes para quem pretende ter o primeiro felino em casa.

Adotar um gatinho ou uma gatinha como animal de estimação é uma decisão louvável. Especialmente quando os pequenos animais estão em feiras promovidas por entidades que ajudam pets que acabaram sendo abandonados. Mas antes de se deixar encantar pelos felinos, não esqueça que a adoção de qualquer animal vem sempre com uma série de responsabilidades.

Dicas para quem quer adotar um gatinho

Confira algumas dicas importantes antes e na hora de adotar o seu primeiro gatinho de estimação:

Perfil

Hoje em dia, quando a pessoa vai adotar um animal que esteja sob guarda de uma ONG, geralmente passa por uma entrevista antes do processo de adoção. Além de garantir que o animal está sendo entregue para alguém que realmente tenha condições de cuidar, este trabalho é importante porque acaba sendo um fator preventivo para a própria instituição, que acaba diminuindo a probabilidade de que o animal apareça novamente nas ruas.

Condições financeiras

Os felinos, assim como qualquer pet, exigem alguns cuidados que vão custar dinheiro. Desde a alimentação diária, que deve ser composta apena por alimentos específicos para gatos, quanto vacinas, consultas e também a castração que é extremamente recomendável. É importante que as pessoas façam uma avaliação consciente para saber se realmente conseguem arcar com estas despesas.

Segurança

Dicas para quem quer adotar um gatinho

Uma particularidade que os gatos acabam tendo é o fato deles gostarem de sair para a rua. Quando as pessoas moram em casa isso fica mais complicado de se impedir, sendo que geralmente o processo de castração acaba deixando o gato mais tempo em casa. Mas para as pessoas que moram em apartamento, é muito importante que as janelas ganhem proteções que impeçam a fuga do animal e uma possível queda.

Além disso, é importante também cobrir tomadas para que o filhote não corra o risco de levar um choque.

Brinquedos

Alguns brinquedos e acessórios disponíveis para os gatos não são apenas adornos para os seus donos, e sim extremamente necessários. Por exemplo, o arranhador vai incentivar o gato a gastar as suas unhas em um local apropriado. Os felinos acabam vendo as suas unhas crescerem com o passar do tempo, e eles sentem necessidade de arranhar as coisas. Se não for o arranhador, provavelmente será o móvel da sua sala. Por isso, deixe o acessório sempre presente.

Independência

Diferentemente do cão, o gato acaba tendo um comportamento mais independente. É importante que as pessoas que não estão acostumadas com os felinos tenham consciência disso. Eles geralmente não são de ficar brincando o tempo todo com o seu dono, e costumam se aproximar na hora que eles querem. Por isso, a dica para começar uma boa relação com o seu gato é não pressionar. Demonstre carinho, afeto, passe um tempo com o seu felino e conquiste sua confiança. 

Postado em .


Pela Web

Comentários