Fofuxo.com

Confira alguns mitos sobre o comportamento dos gatos

Histórias famosas nem sempre são verdadeiras sobre o comportamento dos nossos amigos felinos.

Nenhum animal de estimação consegue ser unanime: algumas pessoas gostam de uns, enquanto que outras preferem mais outros. Mas no caso da eterna disputa entre cães e gatos pelos corações dos humanos ainda acaba tendo como vencedor os representantes caninos. O número de cães como animais de estimação é maior do que o número de gatos.

Confira alguns mitos sobre o comportamento dos gatos

Um dos motivos seriam uma série de mitos e histórias que acabaram ganhando força em relação ao comportamento dos gatos. Muitas pessoas não gostam mesmo antes de ter tido qualquer experiência anterior com felinos.

Vamos tentar identificar alguns destes mitos em relação ao comportamento dos felinos e desmentir algumas coisas sobre estes simpáticos pets:

Interesseiros e traiçoeiros

Este é um verdadeiro clássico entre aquelas pessoas que preferem cachorros e que acabam nem dando uma chance de conhecer mais a fundo os felinos. Muito se fala sobre a personalidade do gato, dizendo que ele não gosta do seu dono e que fica por perto apenas para ganhar comida ou carinho, sempre no momento que o animal quer, e não quando o dono chama.

Confira alguns mitos sobre o comportamento dos gatosRealmente os gatos acabam não respondendo com tanta agilidade e alegria quando é chamado como os cães, mas isso não significa que eles sejam animais interesseiros e que sejam incapazes de sentir qualquer tipo de afeição pelos seus donos. Na verdade, os gatos acabam tendo uma personalidade mais forte do que os cães, atendendo chamados somente quando eles realmente possuem um propósito.

Os felinos também não foram criados, ao longo da sua história, em grandes bandos com lideranças, como os lobos.

Além disso, os gatos amam seus donos, isso já foi comprovado cientificamente em algumas pesquisas que mostraram que os felinos muitas vezes acabam enxergando no seu dono a sua mãe.

Gatos não gostam de crianças

Este é outro grande mito. Existem sim algumas raças de gatos que acabam sendo mais reservados e que acabam não se dando bem com o comportamento das crianças, especialmente aquelas que querem brincar o tempo todo. Mas é uma minoria, e de acordo com especialistas é muito menor do que a quantidade de raças de cães consideradas inadequadas para os pequenos.

Mas na grande maioria dos casos basta que os donos consigam socializar os felinos com as crianças para que eles se tornem grandes amigos.

Gatos gostam apenas da casa e não dos seus donos

Os gatos possuem um apego grande ao espaço físico, mas com a presença também dos seus donos. Prova disso é que existe uma grande quantidade de casos registrados por veterinários de mortes por depressão quando um gato é abandonado ou quando um dos seus donos morrem.

Postado em .


Pela Web

Comentários