Fofuxo.com

Cachorro que sobreviveu ao Katrina toma conta de gatos

Boots faz parte de uma organização que toma conta de filhotes de gatos.

A história do cão Boots, que sobreviveu ao furacão Katrina, um dos mais devastadores que aconteceu nos Estados Unidos nos últimos anos e que acabou devastando Louisiana, acabou se tornando bastante conhecida durante a cobertura que a imprensa fez dos acontecimentos trágicos. Agora, o cachorro volta à mídia, com uma história ainda mais interessante.

Não bastasse apenas o animal ter conseguido sobreviver ao grande furacão, quase dez anos depois dos acontecimentos Boots agora possui uma ocupação: trabalha em uma organização criada especialmente para dar apoio aos animais. Mas o mais interessante da história do cachorro sobrevivente é justamente a função que encontraram para ele: tomar conta de filhotes de gatos.

Cachorro que sobreviveu ao Katrina toma conta de gatos

Emprego diferente

Boots foi um dos cachorros que conseguiram ser resgatados das casas que acabaram caindo durante a passagem do furacão Katrina. De acordo com os números oficiais que foram divulgados pelas autoridades locais na época, foram poucos os animais atingidos que acabaram sobrevivendo: cerca apenas de 300.

Hoje o cachorro, que é uma mistura de chow chow com golden retriever, está com 12 anos de idade. Diferentemente da maioria dos outros cachorros, Boots acabou ganhando agora um emprego: cuidados de filhotes de gatos.

Boots vive hoje em uma organização de apoio aos animais, chamada Arizona Humane Society. Um dos programas mantidos pela ONG é o resgate de filhotes de gastos e a posterior intermediação para que eles possam ser adotados e assim consigam um novo lar. Mas conseguir pessoas que adotem gatos nem sempre é uma tarefa simples. Além disso, sempre existe também a questão de adaptação dos felinos.

Cachorro que sobreviveu ao Katrina toma conta de gatos

Por conta disso, a organização criou um programa que coloca cachorros para conviverem com os gatos ainda quando eles são filhotes. De acordo a ONG, o fato do gato saber se comportar na presença de outros animais domésticos dentro de casa acaba sendo um fator que aumenta muito a chance do felino ser adotado. E os cães acabam sendo professores dos gatos neste sentido.

Pelo menos uma vez por semana um grupo de profissionais e voluntários da AHS coloca um grupo de gatos filhotes para conviver junto com Boots e outros cães selecionados. Durante algumas horas eles ficam realizando uma série de atividades e reforços positivos. 

Postado em .


Pela Web

Comentários